A Pandemia da COVID-19 impactou o ENEM? Uma Análise Comparativa de Dados dos Anos de 2019 e 2020

Autores

  • Nelson Weber Neto UFMA
  • Raimundo C. Soares UFMA
  • Luciano Reis Coutinho UFMA
  • Ariel Soares Teles UFMA

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.126655

Palavras-chave:

Mineração de dados, COVID-19, Pandemia, Educação Básica, Ensino Médio

Resumo

O Ministério da Educação do Brasil avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica através do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o qual é tambémm usado para a entrada dos estudantes no ensino superior. Com a pandemia da COVID-19, muitas escolas tiveram que pausar as aulas ou manter o ensino de forma remota, o que afetou o processo de ensino e aprendizagem. Este artigo objetiva identificar se a pandemia impactou o ENEM, utilizando os microdados do ENEM de 2019, ano anterior ao início da pandemia, e do ENEM de 2020, primeiro ano da pandemia. O estudo realiza uma análise exploratória baseada em mineração de dados para comparar os dados dos dois anos. Os resultados apontam para uma melhoria nas notas médias gerais e aumento da disparidade de notas entre os candidatos de maior e menor renda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

WEBER NETO, N. .; C. SOARES, R. .; REIS COUTINHO, L. .; SOARES TELES, A. . A Pandemia da COVID-19 impactou o ENEM? Uma Análise Comparativa de Dados dos Anos de 2019 e 2020. RENOTE, Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 223–232, 2022. DOI: 10.22456/1679-1916.126655. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/126655. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Mineração de dados educacionais