Organismos multilaterais e educação a distância

Autores

  • Raquel Aparecida Souza Universidade Federal do Tocantins
  • Marcelo Soares Pereira da Silva Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol28n12012.36068

Resumo

Resumo: O estudo analisa a dinâmica estabelecida pelos organismos internacionais para fortalecer a implantação de programas e políticas para a educação a distância (EaD). Por meio dessa análise, busca apreender se ela tem se configurado como uma ação de cunho neoliberalista, através de um estudo documental, associado à análise do movimento reformista, proposto para aeducação a partir dos anos de 1990, no Brasil. Algumas conclusões mostram que, de fato, a EaD vem se configurando como uma ação neoliberalista no campoeducacional, pois está presente a visão de que ela pode formar profissionais aptos às necessidades atuais do mercado e representa uma forma de diversificação de acesso ao ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-04-30

Como Citar

Souza, R. A., & Silva, M. S. P. da. (2012). Organismos multilaterais e educação a distância. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 28(1). https://doi.org/10.21573/vol28n12012.36068