Vulnerabilidades sociais e educacionais associadas ao efeito território em escolas do Ceará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol38n002022.121446

Palavras-chave:

Efeito território, Vulnerabilidades sociais, Serviços educacionais.

Resumo

O artigo investiga o impacto do efeito território nas ofertas educacionais de quatro escolas situadas no centro e na periferia dos municípios de Caucaia e Maracanaú. A metodologia adotada é de natureza quanti-qualitativa, com uso de entrevistas semiestruturadas, observação de campo, revisão de literatura e estudo de dados do Inep e IBGE. As análises apontam que aspectos inerentes ao território, como localização (centro x periferia), vulnerabilidades sociais e guetificação podem interferir na oferta e nos resultados educacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Willana Nogueira Medeiros Galvão, Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Líder do grupo de pesquisa Formação de Professores, Política Educacional e Desigualdade Social (FORPED). Integrante dos grupos de pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem (GPPEGA) e Políticas Públicas de Educação e Enfrentamento à Desigualdade Social (UFPE).

Maria Eliane Maia Sousa, Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Secretaria de Educação Básica do Ceará (SEDUC-CE)

Doutora em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora da rede estadual de ensino do Ceará (SEDUC-CE). Integrante do grupo de pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem (GPPEGA/UECE) do CNPq.

Ana Léa Bastos Lima, Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Secretaria de Educação Básica do Ceará (SEDUC-CE)

Doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora da rede estadual de ensino do Ceará (SEDUC-CE). Integrante do grupo de pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem (GPPEGA/UECE) do CNPq.

Sofia Lerche Vieira, Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Doutora em Filosofia e História da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), com Pós-doutorado pela Universidad Nacional de Educacion a Distancia (UNED), Espanha. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (PPGE-UECE). Pesquisadora do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e de Políticas Educacionais (DGPE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Líder do grupo de pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem (GPPEGA/ UECE) do CNPq.

Eloisa Maia Vidal, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora Associada do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Vice-líder do Grupo de Pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem (GPPEGA/UECE) do CNPq.

Referências

ALVES, M. T. G.; SOARES, J. F. Efeito-escola e estratificação escolar: o impacto das práticas

de enturmação por nível de habilidade dos alunos. Educação em Revista, UFMG, Belo Horizonte, n. 45, p. 25-59, 2007

BALL, S. J.; MAGUIRE, M.; BRAUN, A. Como as escolas fazem políticas. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016.

BEN AYED, C. As desigualdades socioespaciais de acesso aos saberes: uma perspectiva de renovação da sociologia das desigualdades escolares? Educação & Sociedade [online]. Campinas, v. 33, n. 120, pp. 783-803, 2012.

BEN AYED, C.; BROCCOLICHI, S. Que sait-on des liens entre réussite scolaire, inégalités sociales et lieu de scolarisation? Ville École Intégration Diversite, n. 155, déc., 2008.

BATISTA, A. A. G., & CARVALHO-SILVA, H. H. D. Família, escola, território vulnerável. São Paulo: CENPEC, 2013.

BOURDIEU, P. Efeitos de lugar. In: Bourdieu, P. (Coord.). A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1997

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988

BROOKE, N.; SOARES, J. F. Pesquisa em eficácia escolar: origem e trajetórias. Belo Horizonte: EdUFMG, 2008.

CENPEC. Educação em territórios de alta vulnerabilidade social na metrópole: um caso na periferia de São Paulo. Informe de Pesquisa, v. 1, n, 3, p. 2 - 39, São Paulo: Cenpec, 2011.

COSTA, L. G. S. A segurança pública e a guetificação do espaço urbano. Conteúdo Jurídico, Brasília – DF, 2016.

ÉRNICA, M.; BATISTA, A. A. G. A escola, a metrópole e a vizinhança vulnerável. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 146, p. 640-666, maio /ago., 2012.

IBGE. Cidades. Panorama do Município de Caucaia – Ceará. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ce/panorama. Acesso: jun. 2019.

INEP. Relatórios. Indicadores Educacionais de 2017. Brasília: Inep, 2018. Disponível em: http://inep.gov.br/relatorios. Acesso em: jun. 2019.

KAZTMAN, R. Seducidos y abandonados: el aislamiento social de los pobres urbanos. Revista de la CEPAL, 2001.

KOWARICK, L. Viver em risco: sobre a vulnerabilidade socioeconômica e civil. São Paulo: ed. 34, 2009.

KOSLINSKI, M.; ALVES, F. Novos olhares para as desigualdades de oportunidades educacionais: a segregação residencial e a relação favela-asfalto no contexto carioca. Educação & Sociedade, Campinas, v. 33, n. 120, p. 805-831, jul./set., 2012.

MARCUSE, P. Enclaves, sim; guetos, não: a segregação e o estado. Espaço e Debates, v. 24, n. 45, p. 24-34, 2004.

NEGRI, S. M. Segregação sócio-espacial: alguns conceitos e análises. Coletâneas do nosso tempo, v. 8, n. 8, 2010.

OCDE. Programme for International Student Assessment. Estudiantes de bajo rendimiento. Por qué se quedan atrás y cómo ayudarles a tener éxito, 2016.

PEREIRA-SILVA, C. Vulnerabilidade social nos territórios das grandes cidades, educação e o princípio de justiça como equidade na escola. Dissertação (Mestrado em Educação) –Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo. 2016.

RIBEIRO, L. C. Q.; KOSLINSKI, M. C. Efeito metrópole e acesso às oportunidades educacionais. Revista Eure, Santiago de Chile, v. 35, n. 106, p. 101-129, 2009.

RIBEIRO, V. M..; VÓVIO, C. L. Desigualdade escolar e vulnerabilidade social no território. Educar em Revista, Curitiba, v. 1, n. 2, p. 71-87, set. 2017.

SANTOS, M. O espaço do cidadão. São Paulo: Nobel, 2000.

VAN ZANTEN, A. L’école de la périphérie: scolarité et ségrégation en banlieue. Paris: PUF, 2001.

WACQUANT, L. As duas faces do gueto. São Paulo: Boitempo, 2008.

Downloads

Publicado

2022-11-23

Como Citar

Galvão, W. N. M., Sousa, M. E. M., Lima, A. L. B., Vieira, S. L., & Vidal, E. M. (2022). Vulnerabilidades sociais e educacionais associadas ao efeito território em escolas do Ceará. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 38(00). https://doi.org/10.21573/vol38n002022.121446