CAMPO EXPANDIDO EM ABORDAGENS DO LITERÁRIO

Autores

  • Débora Cota Universidade Federal da Integração Latino-americana - UNILA

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-8915.96698

Resumo

O conceito de campo expandido, como o propõe Rosalind Krauss (1979), está sendo considerado dentro dos estudos em torno da literatura a partir de trabalhos, sobretudo contemporâneos, de experimentação com a escrita. A discussão em torno da pós-autonomia do literário (LUDMER) ou de sua inespecificidade (GARRAMUÑO), em diálogo estreito com a ideia de ampliação do campo, no entanto, considera também mudanças em torno da leitura do literário, de sua abordagem. De que maneira leituras que constroem um objeto ao ler promovendo um extravasamento do campo pelas associações e comparações com outros campos e/ou outros objetos, como o trabalho de Raúl Antelo em Paraná(2017), estabelecem leituras do literário em perspectiva expandida? Este trabalho, aberto muito mais a interrogações do que a respostas, propõe uma discussão do campo expandido a partir, especialmente, da leitura do literário e suas interlocuções com às práticas do comparatismo.

PALAVRAS-CHAVE: campo expandido; leituras do literário; literatura comparada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Cota, Universidade Federal da Integração Latino-americana - UNILA

Professora do Programa de Pós-Graduação em Estudos Latino-americanos e da Pós-graduação em Literatura Comparada da Universidade Federal da Integração Latino-americana (UNILA). Doutora em Literatura (2010), pela Universidade Federal de Santa Catarina, com tese sobre crítica latino-americana contemporânea; e pós-doutorado na Universidade da California, Berkeley (2017.2).

Downloads

Publicado

2019-12-09

Como Citar

COTA, D. CAMPO EXPANDIDO EM ABORDAGENS DO LITERÁRIO. Organon, Porto Alegre, v. 34, n. 67, p. 1–16, 2019. DOI: 10.22456/2238-8915.96698. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/96698. Acesso em: 28 maio. 2023.