Experiência com Fontes e Repositórios Digitais no Mapeamento do Percurso Migratório das Famílias Açorianas de San Carlos e Jaguarão

Autores

  • Letícia Vieira Braga da Rosa Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.133629

Palavras-chave:

Açorianos, Migração, Repositórios Digitais, Triangulação

Resumo

A imigração açoriana para a América Meridional é o tema desta investigação com foco nas famílias enviadas para o sul do Brasil que após a invasão espanhola de 1763, foram transportadas para o território espanhol para fundar San Carlos de Maldonado e, com o Tratado Preliminar de 1777, retornaram ao território português, dando origem a freguesia do Espírito Santo do Serrito no Jaguarão. Considerando os múltiplos deslocamentos do grupo, este artigo tem como objetivo descrever a contribuição das fontes e repositórios digitais para o mapeamento das famílias açorianas fundadoras de San Carlos e Jaguarão. Para validação dos dados disponíveis nos Açores, Portugal, Espanha e Brasil, utilizou-se a Estratégia de Triangulação Múltipla de Denzin (2009), que possibilitou identificar as famílias e mapear o percurso realizado. Dispor de repositórios digitais e bases de dados preexistentes nos territórios envolvidos, distantes entre si no tempo e no espaço, permitiu interligar os diversos pontos da trajetória percorrida pelo grupo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Vieira Braga da Rosa, Universidade Feevale

Doutoranda em Processos e Manifestações Culturais, na Universidade Feevale. Graduação em Jornalismo e em Relações Públicas, especialização em Comunicação Organizacional e Mestrado interdisciplinar em Processos e Manifestações Culturais. É professora da Universidade Feevale, lecionando nos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas.

Referências

AMORIM, Maria Norberta. Identificação de pessoas em duas paróquias do Norte de Portugal (1580-1820). Boletim de Trabalhos Históricos, Guimarães, Portugal, v. 34, p. 213-279, 1983. Disponível em: https://www.amap.pt/static/uploads/c/bth/1983/bth1983_11.pdf. Acesso em: 20 mar. 2021.

AMORIM, Maria Norberta. Reconstituição de paróquias. Uma proposta de diálogo entre historiadores e demógrafos. População e Sociedade, Porto, Portugal: CEPESE, Edições Afrontamento, n. 1, p. 93-107, 1995. Disponível em: https://www.cepese.pt/portal/pt/populacao-e-sociedade/edicoes/revista-populacao-e-sociedade-no-1/reconstituicao-de-paroquias-uma-proposta-de-dialogo-entre-historiadores-e-demografos. Acesso em: 27 mar. 2021.

BRÜGGER, Silvia Maria Jardim. Minas Patriarcal: família e sociedade (São João del Rei – Séculos XVIII e XIX). São Paulo: Annablume, 2007.

CERTEAU, Michel de. A Escrita da história. 2ª. ed. Rio de Janeiro: Forense universitária, 2002.

DENZIN, Norman K. The Research Act: A Theoretical Introduction to Sociological Methods. New Brunswick, New Jersey: Transaction Publishers, 2009. E-book.

DOMINGUES, Moacyr. Portugueses no Uruguai. São Carlos de Maldonado: 1764. Porto Alegre: Edições EST, 1994.

FOX, Edward A. Building and Using Digital Libraries for ETDs. The Journal of Electronic Theses and Dissertations, Library Scholarworks Repository of the University of the United Arab Emirates (UAEU), vol. 1, article 5, 2021. Disponível em: https://scholarworks.uaeu.ac.ae/j-etd/vol1/iss1/5. Acesso em: 20 jun. 2023.

GINZBURG, Carlo; CASTELNUOVO, Enrico; PONI, Carlo. A micro-história e outros ensaios. Lisboa: Difel, 1989.

HAMEISTER, Martha Daisson. Para dar calor à nova povoação: Estudo sobre estratégias sociais e familiares a partir dos registros batismais da vila do Rio Grande (1738-1763). 2006. 474f. Tese (Doutorado em História Social) – Programa de Pós-graduação em História Social do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2006. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp057416.pdf. Acesso em: 3 dez. 2011.

HAMEISTER, Martha Daisson. Lançando aos leões: pensamentos imperfeitos na tentativa de contribuir com a definição de um conceito de família aplicável ao Extremo-sul do Estado do Brasil no século XVIII. In: SCOTT, Ana Silvia Volpi et al (org). História da Família no Brasil Meridional: temas e perspectivas. Volume II. São Leopoldo: Oikos; Editora Unisinos, 2014. p. 75-109.

HESPANHA, António Manoel (coord.). O Antigo Regime (1620-1807). Lisboa: Ed. Estampa, 1993.

JACCOTTET, Alda Maria; MINETTI, Raquel D. Diáspora açoriana: Açorianos na vila de Rio Grande de São Pedro antes da invasão espanhola - Livros 1,2,3 e 4 de Batismos (1738-1763) 1 de Casamentos (1756-1763) e 1 de Óbitos (1738-1763). Pelotas: edição das autoras, 2018.

KÜHN, Fábio. Gente da fronteira: família, sociedade e poder no sul da América portuguesa - século XVIII. 2006. 479f. Tese (Doutorado em História), Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2006. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/bitstream/handle/1/17082/Tese_KUHN_Fabio.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 27 mai. 2010.

LEVI, Giovanni. A herança imaterial: trajetória de um exorcista no Piemonte do século XVII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

LEVI, Giovanni. Reflexões sobre família e parentela. In: VENDRAME, Maíra et. al. (orgs.). Micro-história, trajetórias e imigração. São Leopoldo: Editora OIKOS, 2015, p. 12-29.

PAGOLA, Brenda. ... Y ellos le dieron vida. San Carlos: fundadores y vecinos. Montevideo: Tradinco, 2007.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 276p. Disponível em: https://www.feevale.br/Comum/midias/0163c988-1f5d-496f-b118-a6e009a7a2f9/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf. Acesso em: 9 abr. 2021.

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES. Decreto Legislativo Regional n.º 18/2019/A, de 5 de agosto de 2019. Dispõe sobre o Conselho da Diáspora Açoriana. Diário da República, n. 148, p. 46, 2019. Disponível em: https://acorianosnomundo.azores.gov.pt/wp-content/uploads/2019/10/Decreto-Legislativo-Regional-no.-18-2019-A-de-5-de-agosto-1.pdf. Acesso em 25 jun. 2023.

RODRIGUES, José Damião. Entre duas margens. A circulação atlântica dos açorianos nos séculos XVII e XVIII. Arquipélago, História, Ponta Delgada: Universidade dos Açores, 2ª s, VI, p. 225-245, 2002. Disponível em: https://repositorio.uac.pt/handle/10400.3/370. Acesso em: 3 jun. 2021.

RODRIGUES, Teresa Ferreira (coord.). História da População Portuguesa. Das longas permanências à conquista da modernidade. Porto, Portugal: CEPESE, Edições Afrontamento, 2008. 581 p. Disponível em: https://www.cepese.pt/portal/pt/publicacoes/obras/historia-da-populacao-portuguesa. Acesso em: 2 out. 2021.

ROSA, Letícia Vieira Braga da. Dos Açores às Terras dos Confins e ao Território de Ninguém: percurso migratório e redes de relacionamento das famílias açorianas nas origens do Espírito Santo do Serrito no Jaguarão. 2023. 526 f. Tese (Doutorado em Processos e Manifestações Culturais) - Universidade Feevale, Novo Hamburgo-RS, 2023. Disponível em: https://biblioteca.feevale.br/Vinculo2/000067/00006741.pdf. Acesso em: 29 mar. 2023.

SCOTT, Ana Silvia Volpi; BERUTE, Gabriel Santos; MATOS, Paulo Teodoro de (org.). Gentes das Ilhas: Trajetórias transatlânticas dos Açores ao Rio Grande de São Pedro entre as décadas de 1740 a 1790. São Leopoldo: Oikos, 2014. 220 p.

SCOTT, Ana Silvia Volpi. Família. O caleidoscópio dos arranjos familiares. In: PINSKY, Carla (org.). Nova história das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 2013. p. 15-42.

SCOTT, Dario. A população do Rio Grande de São Pedro pelos mapas populacionais de 1780 a 1810. Revista Brasileira de Estudos de População, Belo Horizonte, v. 34, p. 617-633, set.-dez. 2017.

WEBSTER, John W. A Description of the island of St. Michael. Boston: R.P. & C. Williams, 1821.

Downloads

Publicado

2023-10-07

Como Citar

DA ROSA, L. V. B. Experiência com Fontes e Repositórios Digitais no Mapeamento do Percurso Migratório das Famílias Açorianas de San Carlos e Jaguarão. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 24, n. 65, p. 120–148, 2023. DOI: 10.22456/1984-1191.133629. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/133629. Acesso em: 23 fev. 2024.