ANCESTRAL

Autores

  • Julia Francisco Université Paris 8
  • Thaiane Barbosa UFRJ (Brasil)/École de Hautes Études en Science Sociale (França)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.128623

Palavras-chave:

violência, mulheres, teatro, fotografia, gênero

Resumo

Ancestral é um diário de uma peça teatral autobiográfica que traz como ponto de partida a reflexão sobre a violência familiar. A partir de uma série de entrevistas com seus familiares, Julia decidiu quebrar o silêncio que durava gerações dentro de sua própria casa. A dramaturgia de Ancestral é construída a partir dos fragmentos destas entrevistas. Este trabalho é fruto do encontro entre mulheres na periferia parisiense abrindo possibilidade de diálogos entre gênero e imagem, mediante a produção de registro fotográfico desse processo criativo. As fotografias foram produzidas durante os ensaios da peça e retratam o ambiente tanto da cena quanto dos bastidores, onde coloca-se luz, na interpretação da dor, da violência e resistência das mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-11-24

Como Citar

FRANCISCO, J.; BARBOSA, T. . ANCESTRAL. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 23, n. 62, 2022. DOI: 10.22456/1984-1191.128623. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/128623. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

Relatos de Campo Etnográfico