Religião e política no Brasil e as eleições de 2016: algumas tendências

Autores

  • Marcelo Tadvald Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8136.75446

Palavras-chave:

Antropologia, Política, Religião

Resumo

Este trabalho debate os dados apurados pela pesquisa de Oro e de Carvalho a respeito do pleito municipal de 2016 que ocorreu em todas as capitais estaduais brasileiras. Entre candidatos a prefeitura e vereança, na referida discussão os autores avaliaram a candidatura de cerca de dezessete mil concorrentes a fim de perceber o componente religioso daquelas eleições. Assim foi possível comentar algumas tendências nacionais que clarificam a importante questão da imbricação do religioso na cena política do país, analisando temas como: cristianismo, conservadorismo, diversidade religiosa, estratégias políticas e representação de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Tadvald, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Antropologia Social e Pesquisador do Núcleo de Estudos da Religião, NER-UFRGS. Contato: marcelotadvald@gmail.com

Downloads

Publicado

2018-02-06

Como Citar

Tadvald, M. (2018). Religião e política no Brasil e as eleições de 2016: algumas tendências. Debates Do NER, 2(32), 117–133. https://doi.org/10.22456/1982-8136.75446

Edição

Seção

Comentários