Displasia ectodérmica: relato de caso de reabilitação estético-funcional

Autores

  • Maria Luiza Marins Mendes Universidade Federal de Pelotas
  • Maria Eduarda Silveira Rodrigues Lisboa Universidade Federal de Pelotas
  • Vanessa Polina Pereira da Costa Universidade Federal de Pelotas https://orcid.org/0000-0003-0524-6870
  • Flávia Prietsch Wendt
  • Gislene Corrêa

DOI:

https://doi.org/10.22456/2177-0018.125861

Palavras-chave:

Displasia ectodérmica, Síndrome, Reabilitação, Odontopediatria

Resumo

Objetivo: Descrever o caso clínico de um paciente portador de displasia ectodérmica (DE), discutindo as principais características desta síndrome e o tratamento odontológico proposto. Relato do caso: Paciente do sexo masculino com 6 anos de idade procurou atendimento com a queixa de “ter dificuldades na alimentação e sofrer bullying na escola devido à falta de alguns dentes”. Na anamnese o responsável apresentou diagnóstico médico de DE. Ao exame intrabucal observou-se microdontia dos caninos superiores e incisivo central superior esquerdo decíduos, e ausência dos demais elementos dentários. Como proposta de tratamento foram realizadas as reanatomizações com resina composta dos três dentes decíduos presentes em boca e confecção de prótese parcial removível (PPR) superior e prótese total (PT) inferior para substituir os dentes faltantes, trazendo a reabilitação estética e protética do paciente, bem como a melhora da sua autoestima e bem-estar. Discussão: A DE é uma doença hereditária de origem embrionária que acomete estruturas derivadas do ectoderma, como os cabelos, unhas, pele, glândulas e dentes. Manifestações dentárias importantes, como agenesia, podem ser verificadas nos pacientes portadores dessa síndrome. Conclusão: Diante disso, é extremamente importante que o cirurgião-dentista saiba identificar as principais características dessa síndrome, já que em muitos casos o mesmo é o primeiro profissional a ser procurado pelo paciente ou sua família. Uma vez estabelecido o diagnóstico, os pacientes acometidos devem receber uma abordagem multiprofissional para o tratamento dessa condição, a fim de promover o bem-estar físico, emocional e aumentar a qualidade de vida dos mesmos.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Armijo M, Ortega RM. Tratado de dermatología. Madrid: Aula Médica; 1998. (Vol.I)

Ortiz LD, Fernández VR, Barreto EO, Goitia JDB. Displasia ectodérmica anhidrótica. Revista de la Facultad de Odontología. 2021;1(1):23-6.

Cicconetti A, Passaretti A, Rastelli C, Rastelli E, Falisi G. Innovations in oral and maxillofacial surgery: biomimetics meets physiology. J Biol Regul Homeost Agents. 2019;33(5):1609–13.

Halai T, Stevens C. Ectodermal dysplasia: a clinical overview for the dental practitioner. Dent Update. 2015 Oct;42(8):779-80.

Ferreira CS, Ferreira RAH, Fernandes MLMF, Branco KMR, Arantes RR, Leão LL. Displasia ectodérmica: relato de caso. Arquivos em odontologia. 2012;48(1).

Kargul B, Alcan T, Kabalay U, Atasu M. Hypohidrotic ectodermal dysplasia: dental, clinical, genetic and dermatoglyphic findings of three cases. J Clin Pediatr Dent. 2001;26(1):5-12.

Queiroz KT, Novaes TF, Imparato JC, Costa GP, Bonini GC. The role of the dentist in the diagnosis of ectodermal dysplasia. RGO Gaúcha J Dent. 2017;65:161–7.

Schnabl D, Grunert I, Schmuth M, Kapferer Seebacher I. Prosthetic rehabilitation of patients with hypohidrotic ectodermal dysplasia: a systematic review. J Oral Rehab. 2018;45(7):555–70.

Shigli A, Reddy RP, Hugar SM, Deshpande D. Hypohidrotic ectodermal dysplasia: a unique approach to esthetic and prosthetic management. Journal of Indian Society of Pedodontics and Preventive Dentistry. 2005;23:31.

Onis M, Onyango AW, Borghi E, Siyam A, Nishida C, Siekmann J. Development of a WHO growth reference for school-aged children and adolescents. Bull World Health Organ. 2007;85(9):660-7.

Carvalho BN, Gonçalves BMLS, Guerra FMC,Carreiro PFA. Planejamento em implantodontia: uma visão contemporânea. Rev Cir Traumatol Buco Maxilo-Fac. 2006;6(4):17-22.

Sarmento V, Tavares R, Villas-Boas R, Ramalho L, Falcão A, Meyer G. Displasia ectodérmica: revisão de literatura e relato de casos clínicos. Sitientibus. 2006;34:87-100.

Silva MC, Campos TC, Pires AA. Relationship between the tooth loss, masticatory efficiency and the body mass index in elder people. Revista Naval de Odontologia. 2012;39(1):19-24.

Algra Y, Haverkort E, Kok W, Etten-Jamaludin FV, Schoot LV, Hollaar V, et al. The association between malnutrition and oral health in older people: a systematic review. Nutrientes. 2021;13(10):3584.

Zelig R, Goldstein S, Touger-Decker R, Firestone E, Golden A, Johnson Z, et al. Tooth loss and nutritional status in older adults: a systematic review and meta-analysis. JDR Clin Trans Res. 2022;7(1):4-15.

Mello B, Silva T, Rios D, Machado MA, Pinelli FV, Oliveira T. Mini-implants: alternative for oral rehabilitation of a child with ectodermal dysplasia. Journal Braz. Dent. 2015;26(1).

Mendes EBY, Bergann RJ, Pellissari FM, Hilgenberg PS, Coelho U. Análise da maturação óssea em pacientes de 13 a 20 anos de idade por meio de radiografias de punho. Dental Press J Orthod. 2010;15(1):74-9.

Tuma NSEC, Junior OMW,Tuma NSJG,Garbui UI, Silva PN, Nouer ARP. Avaliação da idade óssea em crianças de 9 a 12 anos de idade na cidade de Manaus – AM. Dental Press J Orthod. 2011;16(3):63-9.

Downloads

Publicado

2022-10-26

Como Citar

Marins Mendes, M. L., Silveira Rodrigues Lisboa, M. E. ., Polina Pereira da Costa, V., Prietsch Wendt, F., & Corrêa, G. . (2022). Displasia ectodérmica: relato de caso de reabilitação estético-funcional. Revista Da Faculdade De Odontologia De Porto Alegre. https://doi.org/10.22456/2177-0018.125861

Edição

Seção

Relato de caso