Sensibilidade dos nematódeos gastrintestinais de caprinos ao ivermectin na região da Grande Porto Alegre - RS

Authors

  • Mary Jane Tweedie de Mattos UFRGS
  • Carlos Marcos Barcellos de Oliveira UFRGS
  • Aline Silva Gouvea UFRGS
  • Cíntia Bisogno Andrade UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.17159

Keywords:

Caprinos, Haemonchus, Ostertagia, Trichostrongylus, Oesophagostomum, Ivermectin

Abstract

As infecções por nematódeos representam um entrave na caprinocultura, podendo levar a morte de animais. Para o seu controle é utilizado ivermectin em caprinos jovens. Este experimento foi realizado com o objetivo de verificar a eficácia deste principio ativo sobre caprinos naturalmente parasitados por nematódeos. Para isto, foram utilizados 12 animais sendo 6 medicados com ivermectin

 

®, na dose de 200 mg/kg v.o, e 6 não medicados (controle) Para a avaliação, utilizou-se o teste de redução na contagem de ovos e redução de larvas infectantes além da carga parasitária total (adultos). Amostras fecais foram coletadas no dia da medicação (dia zero), aos 7 e 14 dias após. No 14º dia pós-medicação todos os caprinos foram sacrificados, para a coleta de helmintos e cálculo da carga parasitária total. Os resultados revelaram que o ivermectin reduziu em 93,24 % o número de ovos de Trichostrongyloidea em caprinos. Na cultura de larvas observou-se Haemonchus (41%), Ostertagia (33%) e Oesophagostomum (26%), no dia zero e somente de Haemonchus (100%) no 14ºdia após a medicação. No grupo controle, no dia da medicação foram observadas larvas de Haemonchus (71%), Ostertagia (26%) e Trichostrongylus (3%). Estes mesmos gêneros foram identificados no 14ºdia, com os porcentuais de 75%, 23%, 2%, respectivamente. A eficácia do ivermectin® frente as infecções por adultos de Haemonchus, Ostertagia e Trichostrongylus foi de 92,21%, 100% e 60,24%, respectivamente, sendo que o gênero Haemonchus, representou 96% da população encontrada no grupo controle.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Mary Jane Tweedie de Mattos, UFRGS

Carlos Marcos Barcellos de Oliveira, UFRGS

 

 

Setor de Helmintologia, Departamento de Patologia Clínica Veterinária, Faculdade de Veterinária (FAVET), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Aline Silva Gouvea, UFRGS

 

 

Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária/UFRGS.

Cíntia Bisogno Andrade, UFRGS

 

 

Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária/UFRGS.

Published

2018-06-27

How to Cite

Mattos, M. J. T. de, Oliveira, C. M. B. de, Gouvea, A. S., & Andrade, C. B. (2018). Sensibilidade dos nematódeos gastrintestinais de caprinos ao ivermectin na região da Grande Porto Alegre - RS. Acta Scientiae Veterinariae, 31(3), 155–160. https://doi.org/10.22456/1679-9216.17159

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)