Intoxicação experimental por Dodonea viscosa (sapindaceae) em bovinos

Authors

  • Cristhiane Stecanella de Oliveira Cattani UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-9216.16820

Keywords:

Dodonea viscosa, Patologia de bovinos, Sapindaceae, Planta hepatotóxica, Necrose hepatocelular

Abstract

Para verificar a toxidez e o quadro clínico e patológico da intoxicação por

 

Dodonea viscosa em bovinos, a planta foi administrada para cinco bovinos onde quatro receberam folhas verdes e um recebeu folhas secas. Quatro dos bovinos que receberam as folhas verdes e secas apresentaram sinais clínicos e morreram. Um bovino não adoeceu e nem morreu. A planta mostrou-se tóxica a partir de 25g/kg de peso vivo. As folhas secas fornecidas na dose de 30g/kg mantiveram a toxidez. O menor período de evolução clínica nos que morreram foi de 3 horas e o maior foi de 19 horas.A evolução clínica foi cerca de 8,5h até a morte. O início dos sinais clínicos variou de 13 horas e 30 minutos a 45 horas. Os animais manifestaram apatia, anorexia, leve tenesmo, dificuldade para se manter em estação apoiando-se contra obstáculos, tremores musculares, decúbito esternal, movimentos de pedalagem, coma e morte. A alteração macroscópica mais significativa foi observada no fígado, que apresentava padrão lobular acentuado caracterizada por alternação de áreas vermelho-escuras, com o centro mais deprimido, intercaladas com áreas amarelo-claras conferindo ao órgão o aspecto de noz–moscada. Hemorragias petequiais foram encontradas em serosas de órgãos da cavidade abdominal e torácica e no intestino. A principal alteração microscópica foi observada no fígado que apresentou necrose coagulativa centrolobular ou massiva, associada à congestão e hemorragia.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2018-06-27

How to Cite

Cattani, C. S. de O. (2018). Intoxicação experimental por Dodonea viscosa (sapindaceae) em bovinos. Acta Scientiae Veterinariae, 32(1), 77–78. https://doi.org/10.22456/1679-9216.16820

Issue

Section

Abstracts of dissertations and theses