“A Mulher é mais Delicada”: Um Estudo sobre a Associação da Figura Feminina à Área de Confeitaria Profissional

Letícia Madeira de Castro Santos, Daniela Alves Minuzzo

Resumo


RESUMO

Há uma estreita relação das mulheres com a produção de alimentos, suscitando debates acerca dessa relação, dentre elas uma suposta propensão a realizar determinados trabalhos na cozinha por associação com estereótipos ligados ao gênero feminino, como é o caso da confeitaria. O principal objetivo, portanto, foi analisar a associação entre a figura feminina e a área de confeitaria profissional. O trabalho discutiu questões de gênero e construção da mulher, passando pelo machismo na cozinha profissional e a relação da mulher com a confeitaria. A partir da análise do conteúdo de entrevistas realizadas com sete profissionais da área de cozinha e confeitaria, verificou-se questões relativas à divisão sexual do trabalho, raça e gênero, associação do homem confeiteiro à homossexualidade, discutidos com base em conceitos de Pierre Bourdieu, como o poder simbólico, a violência simbólica e o habitus. Observou-se uma associação estereotipada de gênero, reconhecendo-se a necessidade de uma remodelação dessas relações de representação feminina na área de gastronomia profissional.

Palavras-chave: Confeitaria. Feminismo. Cozinha profissional. Divisão sexual do trabalho.

 

“WOMEN ARE MORE DELICATE”: a study on the association of female figure to the field of professional confectionary arts

 

ABSTRACT

There is a close relation of women and food production, rising debates around it, among those a supposed propensity for some kinds of labor on gastronomy by association with gender steriotypes, such as on the field of professional confectionary arts. Therefore, the main objective of this study was to analyze the association made between the feminine figure and the field of professional confectionary arts. The article discusses gender issues and the social construction of women, passing through machismo at professional kitchen and women at confectionary field. Based on the content analysis of interviews with seven kitchen and confectionery professionals, questions related to the sexual division of labor, race and gender, confectioner's association with homosexuality were observed. The discussion was based on Pierre Bourdieu concepts including symbolic power, symbolic violence and the habitus. A gender stereotypical association was observed, recognizing the need for a remodeling of these relationships of female representation in the area of professional gastronomy.

Keywords: Confectionary arts. Feminism. Professional kitchen. Sexual division of labor.


Palavras-chave


Confeitaria; Gênero; Gastronomia profissional; Divisão sexual do trabalho

Texto completo:

176-215 PDF

Referências


ARAÚJO, Maria de Fátima. Diferenças e igualdades nas relações de gênero: revisitando o debate. Psicologia Clínica [online] 2005, 17 (sem mês), ISSN 0103-5665. Disponível em: . Acesso em: 04 fev. 2019.

AZERÊDO, Sandra. Preconceito contra a “mulher”: diferença, poemas e corpos [online]. São Paulo, Editora Cortez, 2017. Coleção preconceitos, vol.1. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2019.

BALDIN, Nelma; MUNHOZ, Elzira M. Bagatin, 2011. Snowball (Bola de Neve): Uma técnica metodológica para pesquisa em educação ambiental comunitária. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 7 a 10 nov. 2011.

BARBOSA, Patrícia Zulato; ROCHA-COUTINHO, Maria Lúcia. Ser mulher hoje: a visão de mulheres que não desejam ter filhos. Psicologia & Sociedade, 24 (3), 577-587, 2012. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2019.

BEAUVOIR, Simone de. O Segundo Sexo: a experiência vivida. Tradução de Sérgio Milliter. Difusão Européia do Livro, São Paulo, 2a ed., 1967.

BENTO, Berenice. A reinvenção do corpo: sexualidade e gênero na experiência transexual [online]. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2006, 256 p. Coleção sexualidade, gênero e sociedade. Disponível em: . Acesso em: 07 fev. 2019.

BRIGUGLIO, Bianca. Cozinha é lugar de mulher? Desigualdades de gênero e masculinidade em cozinhas profissionais. Seminário Internacional Fazendo Gênero 11 & 13th Women’s Worlds Congress (Anais Eletrônicos), Florianópolis, 2017, ISSN 2179-510X. Disponível em: . Acesso em: 04 mar. 2019.

BRITO, J.; OLIVEIRA, O. Divisão sexual do trabalho e desigualdade nos espaços de trabalho. In: FILHO, F. S.; JARDIM S. (Orgs.). A danação do trabalho. Rio de Janeiro, Te Corá, 1998.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. Tradução por Maria Helena Kühner, 2 ed., Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 2002. 160p.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Tradução por Fernando Tomaz. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil S.A., 1989. Disponível em: . Acesso em: 17 mar. 2019.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Tradução por Mariza Corrêa. 9 ed. Campinas, SP: Papirus, 1996. Disponível em: . Acesso em: 29 mar. 2019.

BURROS, Marian. 'Why I Am a Pastry Chef,' by Women Who Know. NY Times, 6 mai. 1992. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2019.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade [online]. Tradução de Renato Aguiar. 1. ed. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018, recurso digital. Disponível em: . Acesso em: 23 abr. 2019.

CARLOTO, Cássia Maria. O conceito de gênero e sua importância para a análise das relações sociais. Serv. Soc. Rev., Londrina, v. 3, n. 2, p. 201-213, jan./jun. 2001. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2019.

CARNEIRO, Sueli. Enegrecer o feminismo: a situação da mulher negra na América Latina a partir de uma perspectiva de gênero. 20 nov. 2014. Disponível em: . Acesso em: 05 abr. 2019.

CARVALHO, Ana Clara de Rebouças; SORLINO, Fabiola Beatriz. “Lugar de mulher é na cozinha”: confissões femininas sobre o universo gastronômico. Investigação Qualitativa em Ciências Sociais, vol. 3. 2017.

CASACA, Sara Falcão. Revisitando as teorias sobre a divisão sexual do trabalho. Universidade Técnica de Lisboa, Lisboa, 2009.

CASTRO, Mariana Ribeiro de; MAFFIA, Lyovan Neves. Gênero na cozinha profissional. XXXVI Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, RJ, 22-26 set. 2012.

COLLING, Ana Maria. A construção histórica do corpo feminino. Caderno Espaço Feminino - Uberlândia-MG - v. 28, n. 2 – Jul./Dez. 2015 – ISSN online 1981-3082. Disponível em: . Acesso em: 07 fev. 2019.

COLLING, Ana Maria. A construção história do feminino e do masculino. Gênero e cultura: questões contemporâneas. In.: STREY, Marelene Neves; CABEDA, Sonia T. Lisboa; PRENH, Denise R. (Orgs.). Coleção Gênero e Contemporaneidade, 1, Porto Alegre: Editora EDIPUCRS, 2004a, p.13-38.

COLLING, Ana Maria. O Corpo que os gregos inventaram. Corpos e subjetividades em exercício interdisciplinar [online]. In.: STREY, Marelene Neves; CABEDA, Sonia T. Lisboa (Orgs.). Coleção Gênero e Contemporaneidade, 3, Porto Alegre: Editora EDIPUCRS, 2004b, p.49-64. Disponível em: . Acesso em: 07 fev. 2019.

CORÓ, Giana Cristina. A sobremesa francesa dos anos 1950 aos anos 2000: evolução, consumo e patrimônio. Questões & Debates, Curitiba: Editora UFPR, n.54, p193-226, jan./jun. 2011.

CRENSHAW, KIMBERLE. A intersecionalidade na discriminação de raça e gênero. In: VV.AA. Cruzamento: raça e gênero. Brasília: Unifem, 2004.

GAARDER, Jostein. O Mundo de Sofia. Tradução por Leonardo Pinto Silva. 1 ed. São Paulo, Companhia das Letras, 2012.

GATTI, Bernardete A. Pesquisa, educação e pós-modernidade: confrontos e dilemas. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, p. 595-608, set./dez. 2005.

GAUCHE, Susana; VERDINELLI, Miguel Angel; SILVEIRA, Amelia. Composição das equipes de gestão nas universidades públicas brasileiras: segregação de gênero horizontal e/ou vertical e presença de homosociabilidade. VI Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Brasília, DF, 3-5 nov. 2013.

HARRIS, Deborah A.; GIUFFRE, Patti. Taking the heat: women chefs and gender inequality in the professional kitchen. New Jersey: Rutgers Press, 2015. 286p. (1).

HIRATA, Helena. Globalização e divisão sexual do trabalho. Cad. Pagu, no.17-18, Campinas, 2002. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2019.

HIRATA, Helena; KERGOAT, Danièle. Novas configurações da divisão sexual do trabalho. Tradução de Fátima Murad. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 132, p. 595-609, set./dez. 2007.

JESUS, Jaqueline Gomes de. Orientações sobre identidade de gênero: conceitos e termos: Guia técnico sobre pessoas transexuais, travestis e demais transgêneros, para formadores de opinião. 2. ed., Brasília, dez. 2012.

KERGOAT, Danièle. Divisão sexual do trabalho e relações sociais de sexo. Tradução de Miriam Nobre. São Paulo: Coordenadoria Especial da Mulher, p. 55-64, 2003. Disponível em: . Acesso em: 09 fev. 2019.

LOURO, Guaeira Lopes. Gênero e sexualidade: pedagogias contemporâneas. Pro-Posições, v. 19, n. 2 (56) – mai./ago., 2008.

MARTINS, Ana Paula Vosne. Visões do feminino: a medicina da mulher nos séculos XIX e XX [online]. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2004, 287 p. História e Saúde collection. ISBN 978-85-7541-451-4. Disponível em: . Acesso em: 04 fev. 2019.

MOORE, Henrietta L. Fantasias de poder e fantasias de identidade: gênero, raça e violência. Cadernos Pagu (14) 2000: pp.13-44.

NARVAZ, Martha Giudice; KOLLER, Sílvia Helena. Metodologias feministas e estudos de gênero: articulando pesquisa, clínica e política. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 3, p. 647-654, set./dez. 2006.

NOGUEIRA, Isildinha B. O corpo da mulher negra. Pulsional Revista de Psicanálise, ano XIII, n° 135, 40-45, 1999. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2019.

OLINTO, Gilda. A inclusão das mulheres nas carreiras de ciência e tecnologia no Brasil. Inc. Soc., Brasília, DF, v. 5 n. 1, p.68-77, jul./dez. 2011.

OLIVEIRA, João Manuel de. Os feminismos habitam espaços hifenizados – A localização e interseccionalidade dos saberes feministas. Ex aequo, n.22, Vila Franca de Xira, 2010. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2019.

PEDRO, Joana Maria. Traduzindo o debate: o uso da categoria gênero na pesquisa histórica. História, São Paulo, v.24, n.1, p.77-98, 2005.

PEREIRA, Verbena Laranjeira. Gênero: dilemas de um conceito. Gênero e cultura: questões contemporâneas. Org.: Marlene Neves Strey, Sonia T. Lisboa Cabeda e Denise R. Prehn. Coleção Gênero e Contemporaneidade, 1, Porto Alegre: Editora EDIPUCRS, 2004, p.173-198.

RESENDE, Aline Marcelina; MELO, Marlene Catarina. Lugar de mulher é na cozinha? Uma análise com chefs mulheres sob a lógica da dominação masculina. IV Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais, Porto Alegre, RS, Brasil, 19-21 out. 2016.

RIBEIRO, Manoel P. Feminismo, machismo e música popular brasileira. Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades, ISSN 1678-3812, 2006.

SANTOS, Josimare Francisco dos. Helena: representações da inferioridade feminina. Seminário Cultura e Política na Primeira República: Campanha Civilista na Bahia, UESC. 9-11 jul. 2010.

SCAVONE, Naira. “O superchef e a menina prodígio”: as posições ocupadas pelos gêneros na gastronomia profissional. Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder, Florianópolis, 25-28 ago. 2008.

SILVA, Sergio Gomes da. Masculinidade na história: a construção cultural da diferença entre os sexos. Psicol. cienc. prof., vol.20, no.3, Brasília, set. 2000. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2019.

SOUZA, Liv Katyuska de Carvalho Sampaio de et al. Gênero e formação profissional: considerações acerca do papel feminino na construção da carreira de nutricionista. Demetra, 2016, 11 (3), 773-788.

SOUZA, Rafael Benedito de. Formas de pensar a sociedade: o conceito de habitus, campos e violência simbólica em Bourdieu. Revista Ars Histórica, ISSN 2178-244X, n 7, jan./jun., 2014, p.139-151.

VENTURINI, Maria Cleci; GODOY, Ana Carolina de. Da beleza ao talento: novas formas de representação do feminino na gastronomia. Entremeios: Revista de Estudos do Discurso, v. 15, jul./dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2019.

WELZER-LANG, Daniel. A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia. Rev. Estud. Fem. [online]. 2001, vol.9, n.2, pp.460-482. ISSN 0104-026X. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2019.

ZINANI, Cecil Jeanine Albert. Crítica feminista: uma contribuição para a história da literatura. 20--.




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.97444

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - NUPECS/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191