Alterações na epigenética do sistema ocitocinérgico em resposta ao cuidado materno negligente

Marcelo da Silva Mendes, Virginia Meneghini Lazzari

Abstract


O cuidado materno negligente, a falta de afeto e a dificuldade de interagir socialmente estão relacionadas com o desequilíbrio neurofisiológico da ocitocina, neurormônio com papel importante de modulação dos comportamentos sociais. Em seres humanos existem ligações conhecidas entre o estresse pré-natal e perinatal e transtornos psiquiátricos e de desenvolvimento. O objetivo deste estudo foi revisar o conceito de epigenética com foco no efeito a longo prazo do cuidado materno negligente e sua relação com alterações do sistema ocitocinérgico baseado em estudos com animais e humanos. Uma revisão narrativa da literatura foi realizada entre junho/2017 e janeiro/2019 através da busca de estudos na base PUBMED, com foco nos resultados qualitativos das relações epigenéticas com a negligência infantil, doenças psiquiátricas e sitema ocitocinérgico. Os estudos referidos demonstram que o cuidado materno negligente é um fator de risco para o desenvolvimento de transtornos mentais, principalmente os que incluem sintomas de desordem social. A ocitocina, por ser um neurormônio que age como um potente mediador das interações sociais, confiança e controle da ansiedade, parece ter papel fundamental neste contexto. A notória transgeracionalidade dos transtornos encontrados em proles de mães negligentes parece estar envolvida com mecanismos epigenéticos que inativam genes específicos do sistema ocitocinérgico no sistema nervoso central.

 

Palavras chaves: Comportamentos sociais; ocitocina; metilação; transtornos mentais


Keywords


Comportamentos sociais; ocitocina; metilação; transtornos mentais



Copyright (c) 2020 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:


 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.