Tratamento conservador em ceratocístico odontogênico utilizando um dispositivo intra-ósseo: relato de caso

Juliana Campos Pinheiro, Luiz Carlos Moreira Júnior, Luis Felipe Barbosa da Silva, Júlio Holanda Alves de Souza, Gabriel Gomes da Silva, Rafaella Bastos Leite

Resumo


O ceratocisto odontogênico (CO) classificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma lesão cística de desenvolvimento benigna, se destaca entre as demais lesões odontogênicas em virtude do comportamento biológico potencialmente agressivo, com tendência a recorrências. O presente trabalho tem como objetivo, relatar um caso CO em mandíbula, bem como discutir aspectos relacionados aos achados radiográficos e tipos de tratamentos dessa lesão. Paciente do sexo masculino, leucoderma, exibia uma lesão radiolúcida circunscrita, e consistência endurecida, com duração de seis meses, medindo aproximadamente 1cm de extensão em região posterior de mandíbula esquerda. Sob a hipótese clínica de cisto odontogênico de desenvolvimento, foi realizada biópsia incisional. Com base no diagnóstico definitivo de CO após realização do exame histopalógico, foi realizada a remoção das unidades dentárias acometidas e colocado um dispositivo intraósseo para que houvesse a descompressão do CO. Após seis meses foi observada a regressão parcial da lesão, e o dispositivo ósseo foi retirado e o remanescente da lesão removida realizando osteotomia periférica. Após um ano de proservação não foi observada recidiva do CO até o presente momento. Os achados do presente caso ressaltam a importância do diagnóstico clínico e radiográfico, assim como o correto tratamento cirúrgico, enaltecendo a importância de um exame clínico minucioso da cavidade oral.

Palavras-chave


Cistos ósseos; Cirurgia bucal; Patologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.95991

e-ISSN 2177-0018 / ISSN 0566-1854