Ocorrência de molares supranumerários em pacientes da clínica de radiologia da Universidade Federal do Ceará

George Táccio de Miranda Candeiro, Ana Carolina Santana Praxedes, Amanda Ferreira de Sousa Bringel, Francisco Ramon Ramos de Oliveira, Horlley Honny Teófilo Amorim, Lewton de Almeida Fernandes, Ilan Sampaio do Vale

Resumo


Os dentes supranumerários constituem uma das anomalias mais conhecidas e estudadas da dentição humana. Essa alteração, também conhecida como hiperdontia, representa a formação de um ou mais dentes em número maior que o normal, podendo ocorrer em ambos os arcos dentários. O diagnóstico normalmente é realizado a partir de exames radiográficos convencionais, principalmente com a radiografia panorâmica, e em alguns casos com o uso da tomografia computadorizada. No presente trabalho foram avaliadas 1.325 radiografias panorâmicas de pacientes atendidos no serviço de Radiologia do curso de Odontologia da Universidade Federal do Ceará, residentes em Fortaleza, no período de outubro de 2007 a dezembro de 2008, com o objetivo de avaliar a prevalência de molares supranumerários. Assim, foram encontrados 25 pacientes que apresentaram molares supranumerários, sendo 13 homens e 12 mulheres, entretanto não sendo observada diferença estatisticamente significante (p=0,5264). Houve uma ocorrência mais comum na maxila do que na mandíbula. Conclui-se que os molares supranumerários apresentaram uma considerável prevalência na população examinada, reforçando a importância do diagnóstico precoce de tal anomalia dentária, a fim de se realizar o tratamento, se necessário.

Palavras-chave


Prevalência; Anomalias; Dentes; Diagnóstico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.9568