Avaliação clínica do efeito de duas técnicas de clareamento dental em consultório utilizando peróxido de hidrogênio

Mauro Forgearini Nunes, Alexandre Severo Masotti, Juliana Nunes Rolla, Clarissa Grassi Soares, Ewerton Nocchi Conceição

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar “in vivo” o efeito da utilização das lâmpadas halógenas como catalisadoras de um gel à base de peróxido de hidrogênio a 37,5% utilizado para o clareamento dental em consultório. Treze pacientes foram submetidos ao tratamento clareador em consultório com peróxido de hidrogênio a 37,5% (Whiteness HP Maxx, FGM/ Joinvile, SC, Brasil). A arcada superior de cada paciente foi dividida, e então em um dos hemiarcos o tratamento clareador foi realizado com a aplicação do peróxido de hidrogênio associado à iluminação com lâmpada halógena e no outro hemiarco o peróxido de hidrogênio foi utilizado sem nenhuma fonte de luz. Fotografias pré e pós operatórias foram realizadas nas mesmas condições de iluminação e submetidas à análise através de um software para comparar o grau de clareamento obtido nos hemiarcos esquerdo e direito. Os dados foram analisados utilizando o teste de t-student (p?0.05). Os resultados mostraram que não houve diferença significativa no clareamento obtido quando as duas técnicas foram comparadas. Estes resultados possibilitaram concluir que a iluminação com lampadas halógenas não melhorou o resultado final da técnica de clareamento dental em consultório quando um gel à base de peróxido de hidrogênio a 37,5% foi utilizado.

Palavras-chave


Clareamento dental; Peróxido de hidrogênio

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.8662