A influência da identificação de pontos anatômicos nos resultados obtidos em análise cefalométrica

Heraldo L. D. SILVEIRA, Heloísa E. D. SILVEIRA, Reni R. DALLA-BONA

Resumo


A análise cefalométrica é baseada na marcação de pontos anatômicos. Alguns pontos oferecem dificuldade de identificação. Com o intuito de verificar se essa dificuldade representa diferença nos valores obtidos na cefalometria com conseqüente alteração na sua interpretação, realizamos um estudo utilizando dez telerradiografias avaliadas por cinco profissionais gabaritados. Estes identificaram diferentes pontos anatômicos para a obtenção de grandezas angulares que definem o posicionamento da maxila e mandíbula em relação à base anterior do crânio. Na análise dos resultados observamos diferenças significativas quanto aos diagnósticos encontrados e concluimos que pequenas diferenças na marcação de pontos anatômicos podem influir decisivamente na análise cefalométrica, gerando diagnósticos diferentes e, produzindo como conseqüência, planos de tratamento equivocados.

Palavras-chave


Cefalometria; Análise cefalométrica; Telerradiografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.7765

e-ISSN 2177-0018 / ISSN 0566-1854