CONDIÇÕES BUCAIS DE PACIENTES CARDIOPATAS CRÔNICOS

Jasper da Silva Schütz, Manuela Furtado Flores, Márlon Munhoz Montenegro, Mariana Vargas Furtado, Carisi Anne Polanczyc, Alex Nogueira Haas, Cassiano Kuchenbecker Rösing

Resumo


Objetivo: Descrever as condições de saúde bucal e hábitos comportamentais relacionados à saúde de indivíduos com doença arterial coronariana crônica (DAC) em acompanhamento em uma unidade de atendimento cardiológico do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Materiais e Métodos: Foram avaliados 100 pacientes consecutivos que frequentaram a unidade entre junho de 2011 e março de 2012. Dados demográficos, socioeconômicos e comportamentais foram obtidos. Um exame bucal foi realizado avaliando os índices de placa visível (IPV) e sangramento gengival (ISG), recessão gengival (RG), profundidade de sondagem (PS), sangramento à sondagem (SS) e perda de inserção (PI), além do índice CPO-D.
Resultados: Observou-se um predomínio de indivíduos do gênero masculino, sendo que a faixa etária predominante foi a partir de 60 anos na amostra do estudo. Cerca de metade dos indivíduos era ex-fumante. Mais de três quartos da amostra relatou visitas ao dentista de maneira irregular. Os parâmetros relacionados ao biofilme supragengival apresentaram médias elevadas, contabilizando índices de placa e sangramento médios de cerca de 68% e 47%, respectivamente. Mais da metade dos dentes examinados possuíam PS ≥4 mm, e o sangramento subgengival (SS) esteve presente em aproximadamente três quartos dos sítios examinados. A maior parte dos dentes examinados apresentou PI ≥6 mm. Em média, os indivíduos do presente estudo apresentaram 13,2 dentes perdidos. O CPO-D médio encontrado foi de 10,9 dentes.
Conclusão: A presente amostra apresentou condições de saúde bucal compatíveis com a epidemiologia das doenças bucais mais prevalentes na população brasileira. Porém, esta condição é alarmante no contexto de saúde, uma vez que cada vez mais tem-se associado perda dentária e doenças periodontais a maiores riscos de eventos cardiovasculares.

Palavras-chave


Doença periodontal; Doença cardiovascular

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.53809