Avaliação da Estabilidade Dimensional de Siliconas de Condensação

Luiz Artur Zenni Lopes, Leonardo De Cezero, Roberto Makoto Suzuki

Resumo


Foi avaliada a estabilidade dimensional de dois nomes comerciais de silicona de condensação em função de diferentes tempos de vazamento. Um modelo padrão metálico foi elaborado com dois cilindros de diferentes diâmetros e mesma altura. A partir desse foram obtidos 36 moldes através da técnica de moldagem de dois tempos, com um alívio uniforme de 1 mm em moldeiras padronizadas. Os moldes foram divididos em 6 Grupos (n=6): Zetaplus (Zermach) e Speedex (Vigodente) vazados nos tempos de 30 minutos, 36 horas e 72 horas respectivamente após a moldagem. Os moldes foram vazados com gesso tipo IV (Polidental) espatulado mecanicamenta à vácuo. As medições
foram feitas em três áreas distintas de cada cilindro: diâmetros mesio-distal, vestibulo-lingual e altura cérvico-oclusal e a distância entre os mesmos também foi registrada. Um aparelho de medição tridimensional por coordenadas com precisão de 0,002 mm (Zeiss) foi empregado nas mensurações. Os resultados mostraram diferença estatística na altura do cilindro de menor diâmetro e na distância entre os mesmos (ANOVA, p <0,05). Não houve diferença estatística nas demais áreas mensuradas para todas as siliconas empregadas Conclui-se a partir dos resultados que as duas siliconas testadas apresentaram estabilidade dimensional para os tempos pesquisados.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.2109