"Características clínicas da ansiedade infantil frente a situação odontológica"

Liliam Rucks Varvaki Rados

Resumo


Foi realizado um estudo clínico, observando-se o comportamento de 54 crianças com idades que variavam entre os 04 e 09 anos de idade e que buscavam atendimento odontológico. Se consideraram os comportamentos apresentados até o momento do início do atendimento odontológico. As crianças em idade pré-escolar mostraram maior apego à mãe e maior tendência a chorar, como maneira de se negar ao atendimento. As crianças de idade escolar manifestavam a sua recusa ao tratamento através de atitudes interruptivas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.102169

e-ISSN 2177-0018 / ISSN 0566-1854