Capacidade máxima de abertura bucal em crianças de 3 a 12 anos de idade

Eleutério Araújo Martins, Fernando Araújo, Rejane Nunes, Marcia Michel, Carlos Feldens, Jacques Öhr

Abstract


Cinqüenta e seis pacientes foram examinados na Clínica de Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da UFRGS com a finalidade de determinar um limite normal de sua capacidade máxima de abertura bucal. Eles foram divididos em três grupos de idade, 3 a 5, 6 a 8, e 9 a 12 anos. O método utilizado é bastante simples e pode ser realizado em um curto espaço de tempo. Os resultados obtidos indicam que o método pode ser incluído em um exame de rotina e em Odontopediatria e pode servir como um alerta no que se refere à desordens do sistema estomatognático em crianças.

Keywords


Odontopediatria; Oclusão dentária; Fisiologia



DOI: https://doi.org/10.22456/2177-0018.102120

Licença Creative Commons

e-ISSN 2177-0018 / ISSN 0566-1854.

descrição da foto descrição da foto descrição da foto descrição da foto descrição da foto descrição da foto descrição da fotodescrição da foto