A educação dos estudantes dos BRICS na China entre 2010 e 2018: desenvolvimento, problemas e recomendações

Jing Cheng

Resumo


Esse artigo busca fazer uma análise geral e pesquisa comparativa acerca da educação dos estudantes originários dos países BRICS (Rússia, Índia, Brasil e África do Sul) na China entre 2010 e 2018. Durante esseperíodo, com a promoção do governo chinês e a cooperação entre os BRICS, o número total de estudantes do bloco estudando na China cresceu continuamente, finalmente alcançando 50.000. Baseado em estatísticas divulgadas pelo Ministério da Educação chinês e principalmente utilizando métodos quantitativos e comparativos, esse artigo foca no desenvolvimento e problemas da educação dos estudantes BRICS na China durante tal período e fornece algumas recomendações para a ampliação desse processo. Para demonstrar as ideias, esse artigo está dividido em cinco unidades. Depois da introdução, a segunda parte aprenda a evolução e fornece um panorama da política chinesa para educação de estudantes internacionais. Na terceira parte nos concentramos em uma análise do desenvolvimento da educação dos estudantes BRICS e seus problemas serão analisados na sequência. Por fim, há as conclusões e algumas recomendações para maior desenvolvimento.


Palavras-chave


BRICS Countries; International Students Education; China; Higher Education;

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.96259

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS