Colômbia e Venezuela: tensão nas fronteiras e o papel da UNASUL

Fabio Luis Barbosa dos Santos

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a recente tensão fronteiriça entre Colômbia e Venezuela à luz do papel da União de Nações Sul-Americanas (UNASUL). Para realizar este objetivo, o texto realiza o seguinte movimento. Inicialmente, analiso a dimensão estrutural das tensões entre os dois países, que está referida a afirmação de governos de orientação política oposta. Em um segundo momento abordo aspectos conjunturais, analisando a maneira como a crise foi tratada pelos respectivos países, e os diferentes papéis atribuídos à UNASUL. Concluo o texto com observações relacionadas ao papel desta organização diante dos desafios da integração regional na atualidade.


Palavras-chave


UNASUL; Colômbia; Venezuela

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.59135

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS