TEORIA E HISTÓRIA DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: UMA ESCOLA LATINO-AMERICANA?

Taís Sandrim Julião

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre a Escola latino-americana de teoria de Relações Internacionais. Ao adotarmos como referência o estudo de Raúl Bernal-Meza (2005), destacamos a importância da perspectiva histórica na análise de uma tradição de pensamento inserida em contexto regional. Apresentamos a contribuição de Hélio Jaguaribe, cujo trabalho oferece ferramentas analíticas para a compreensão da dinâmica internacional latino-americana.


Palavras-chave


Teoria de Relações Internacionais na América Latina; História das Relações Internacionais; Hélio Jaguaribe

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.21212

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS