UMA ANÁLISE ECONOMÉTRICA DO FUTEBOL BRASILEIRO

Ari Francisco de Araújo Jr., Cláudio D. Shikida, Leonardo M. Monasterio

Resumo


Neste artigo apresentamos uma análise "esportométrica" do desempenho dos times de futebol participantes de um dos mais importantes torneios do gênero no mundo: o Campeonato Brasileiro (1971-1998). Postula-se que o bom desempenho dos times seja relacionado não apenas à qualidade de seus jogadores como também a fatores econômicos e políticos. Duas classes de modelos principais são estimados sob definições alternativas da variável dependente ("sucesso do time no campeonato"): pooled logit model e fixed effects logit model Os resultados mostram que a chance de se estar nos primeiros lugares do ranking do campeonato apresenta uma relação positiva com respeito à eficiência do time em termos de artilharia. Além disso, estados mais ricos possuem maior chance de apresentar times nas primeiras colocações do campeonato, embora este efeito seja decrescente. Finalmente, existem evidências de que, pelo menos no curto prazo, a política exerce influência positiva sobre os resultados estaduais obtidos no Campeonato Brasileiro de Futebol. Além disso, os resultados sugerem que no longo prazo o processo político reduz a chance de o estado colocar uma equipe entre as melhores do campeonato brasileiro de futebol.

Palavras-chave


Esportometria. Futebol. Economia. Esportes.

Texto completo:

PDF


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456