“AS PESSOAS NÃO SABEM O SIGNIFICADO DE APOIO”: PERCEPÇÕES E COMPETÊNCIAS NO TRABALHO EM EQUIPE NA CABINE DE INTERPRETAÇÃO LIBRAS-PORTUGUÊS EM CONTEXTO DE CONFERÊNCIA

Tiago Coimbra Nogueira, Audrei Gesser

Resumo


Esse artigo apresenta uma discussão sobre o trabalho em equipe de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais-Língua Portuguesa atuando em equipe dentro de uma cabine de interpretação simultânea. A reflexão objetiva responder quais são as competências demandadas para esse tipo de atuação, como se configuram as percepções dos intérpretes que atuam em equipe. Neste estudo, os conceitos de competência tradutória (PACTE, 2003; HURTADO ALBIR, 2005) e o trabalho em equipe (HOZA, 2010) são pontos fundamentais para a discussão. A partir de uma entrevista retrospectiva analisamos as impressões dos intérpretes sobre o trabalho em equipe realizado dentro de uma cabine pela primeira vez, realizado em contexto de conferência.

Palavras-chave


Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais-Português; Interpretação de conferência; Interpretação em cabine; Trabalho em equipe

Texto completo:

PDF


ISSN eletrônico: 2236-4013


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribuition 3.0.


Indexadores: 


 

 

cariniana 2

 

TRANSLATIO
Instituto de Letras
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500, CEP 91540-000
Porto Alegre - RS
Email: translatio.ufrgs@gmail.com