Os movimentos sociais em 2016 e a relação política dos jovens com as mídias e redes sociais: um relato de experiência

Gabriela Berwanger

Resumo


O presente trabalho resume-se a um relato de experiência de estágio de história no primeiro semestre de 2016, no qual foi possível identificar uma relação dos alunos com as redes sociais permeada de aspectos políticos. Tendo esse fato em vista, foi possível abordar em sala de aula alguns dos temas pelos quais os alunos se interessaram, relacionando-os aos conteúdos obrigatórios e tendo como referência as discussões sobre esses assuntos nas redes sociais. Assim, foi possível desmistificar alguns aspectos sobre o modo como esses adolescentes se relacionam com as redes sociais, e compreender de que forma a politização das gerações mais jovens se relaciona com o mundo online e impacta a realidade fora dele.


Palavras-chave


Redes sociais; Politização; Movimentos sociais; Ocupações escolares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista do Lhiste – Laboratório de Ensino de História e Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Porto Alegre

ISSN 2359-5973