Gestão por resultados e participação da comunidade escolar: a experiência da rede municipal de educação de Belo Horizonte

Luiz Fernando da Silva, Adriana Duarte

Resumo


O presente artigo tem como objetivo geral apresentar a repercussão do Programa BH Metas e Resultados (PBHMR) para a gestão das escolas públicas municipais, com foco na participação da comunidade escolar. Este estudo mostrou que a ‘participação’ da comunidade escolar tem-se aproximado da perspectiva gerencial de participação, centralizando a gestão no diretor. Identificou sobreposição de regulamentos, uns ampliando a participação da comunidade escolar na gestão, outros reduzindo-a.

Palavras-chave


Participação, Gestão Escolar, Gestão Gerencial.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUCIO, Fernando Luiz. Trajetória recente da gestão pública brasileira: um balanço crítico e a renovação da agenda de reformas. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 41, número especial, p. 67-86, 2007.

ABRUCIO, Fernando Luiz. O impacto do modelo gerencial na administração pública: um breve estudo sobre a experiência internacional recente. Cadernos ENAP, Brasília, n. 10, 1997.

AFONSO, Almerindo Janela. Gestão, autonomia e accountability na escola pública portuguesa: breve diacronia. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Recife, v. 26, n. 1, p. 13-30, jan.-abr. 2010.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 310/2014. Dispõe sobre eleições de Diretores e Vice-Diretores de Escolas e Unidades Municipais de Educação Infantil da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 14 de novembro de 2014, ano XX, n. 4.683.

BELO HORIZONTE. Programa BH Metas e Resultados. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2012.

BELO HORIZONTE. Planejamento Estratégico de Belo Horizonte. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2012.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Resolução SMED/ n. 001/2012. Regulamenta o funcionamento do Colegiado nas Escolas da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 10 de janeiro de 2012, ano XVIII, n. 3.986.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 262/2011. Dispõe sobre eleições de Diretores e Vice-Diretores de Escolas e Unidades Municipais de Educação Infantil da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 11 de novembro de 2011, ano XVII, n. 3.948.

BELO HORIZONTE. Decreto Municipal n. 13.568, de 13 de maio de 2009. Institui a Gestão Estratégica Orientada por Resultados e cria o Programa BH Metas e Resultados. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 14 de maio de 2009, ano XV, n. 3.338.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 064/2008a. Dispõe sobre eleições de Diretores e Vice-Diretores de Escolas e Unidades Municipais de Educação Infantil da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 13 de novembro de 2008, ano XIV, n. 3.219.

BELO HORIZONTE. Decreto Municipal n. 13.363, de 11 novembro de 2008. Regulamenta o processo eleitoral para a escolha da Direção das Unidades Escolares da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 12 de novembro de 2008, ano XIV, n. 3.218.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 147/2006. Dispõe sobre eleições de Diretores e Vice-Diretores de Escolas e Unidades Municipais de Educação Infantil da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 16 de novembro de 2006, ano XII, n. 2.727.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Resolução SMED/ n. 001/2005. Regulamenta o funcionamento do Colegiado nas Escolas da RME/BH. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 15 de junho de 2005, ano XI, n. 2.381.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 201/2004. Estabelece normas complementares para a realização do processo eleitoral para Diretor e Vice-Diretor das Unidades Escolares da RME/BH em 2004. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 20 de outubro de 2004, ano X, n. 2.224.

BELO HORIZONTE. Conselho Municipal de Educação. Parecer n. 052/2002a. Assunto: Gestão Democrática, Assembleia Escolar e Eleição de Direção Escolar. Disponível em: . Acesso em: 3 nov. 2008.

BELO HORIZONTE. Conselho Municipal de Educação. Parecer n. 057/2004. Assunto: Normatização dos colegiados escolares da RME/BH a partir do ano de 2004. Disponível em: . Acesso em: 3 nov. 2008.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 062/2002b. Dispõe sobre a constituição e funcionamento da Assembleia Escolar. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 10 de setembro de 2002, ano VIII, n. 1.704.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Portaria SMED/BH n. 063/2002c Estabelece normas complementares para a realização das eleições para Diretor e Vice-Diretor das unidades escolares da RME/BH em 2002. Diário Oficial do Município, Belo Horizonte, 12 de setembro de 2002, ano VIII, n. 1.704.

BELO HORIZONTE. Secretaria Municipal de Educação. Carta de Princípios da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte, 2001.

BELO HORIZONTE. Lei Orgânica do Município de Belo Horizonte. Belo Horizonte: Câmara Municipal, 1990.

BELO HORIZONTE. Lei Municipal n. 5.796, de 10 de outubro de 1990. Dispõe sobre eleição de Diretores e Vice-Diretores dos estabelecimentos municipais de ensino. Disponível em:. Acesso em: 7 jun. 2010.

BORGES, André. Governança e Política Educacional: a agenda recente do Banco Mundial. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 18, n. 52, p. 105-217, 2003.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Da administração pública burocrática à gerencial. In: BRESSER-PEREIRA, L. C.; SPINK, P. (orgs.). Reforma do Estado e administração pública gerencial. Rio de Janeiro: FGV, 1998b. p. 237-270.

CABRAL NETO, A; CASTRO, A. M. D. A. Gestão escolar em instituições de ensino médio: entre a gestão democrática e a gerencial. Educação & Sociedade, Campinas, v. 32, n. 116, p. 745-770, jul.-set. 2011.

CABRAL NETO, A.; CASTRO, A. M. D. A. Gestão Educacional na América Latina: delineamentos e desafios para os sistemas de ensino. In: EYNG, A. M.; GISI, M. L. (Orgs.). Políticas e Gestão da Educação Superior: desafios e perspectivas. Ijuí: Editora Unijuí, 2007. p. 15-47.

CARVALHO, Elma Júlia Gonçalves de. Reestruturação produtiva, reforma administrativa do Estado e gestão da educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 30, n. 109, p. 1.139-1.166, set.-dez. 2009.

COSTA, Frederico Lustosa da; CUNHA, Augusto Paulo Guimarães. Sete teses equívocas sobre a participação cidadã: o dilema da democracia direta no Brasil. Organizações & Sociedade, Salvador, v. 17, n. 54, p. 543-553, jul.-set. 2010.

COSTA, Frederico Lustosa da; CUNHA, Augusto Paulo. Dilemas da participação cidadã na gestão de políticas públicas. Veredas do Direito, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, p. 79-95, j

jan.-jun. 2009.

DEMO, Pedro. Participação é conquista. São Paulo: Cortez, 1988.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas Educacionais e Gestão da Educação Básica sob a ótica do docente. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; VIEIRA, Lívia Fraga (Orgs.). Trabalho na Educação Básica: a condição docente em sete estados brasileiros. Belo Horizonte: Fino Traço, 2010. p. 285-298.

GOHN, Maria da Glória. Conselhos Gestores e participação sociopolítica. São Paulo: Editora Cortez, 2001. (Coleção Questões da nossa época, 84)

GOMES, Eduardo Granha Magalhães. Gestão por Resultados e eficiência na Administração Pública: uma análise à luz da experiência de Minas Gerais. 2009. 187 f. Tese (Doutorado em Administração Pública e Governo) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2009.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas curriculares, Estado e regulação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1.337-1.354, out.-dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: 7 jul. 2010.

KLIKSBERG, Bernardo. Seis teses não-convencionais sobre participação. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 33, n. 3, p. 7-37, 1999.

LIMA, Licínio C. Audição Parlamentar sobre o Projecto Governamental de “Regime Jurídico de Autonomia, Administração e Gestão dos Estabelecimentos Públicos da Educação Pré-Escolar e dos Ensinos Básico e Secundário”. Lisboa: Assembleia da República, Comissão de Educação e Ciência, 12 de fevereiro de 2008. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2014.

LIMA, Licínio C. Modernização, racionalização e optimização: perspectivas neo-taylorianas na organização da administração escolar. Cadernos de Ciências Sociais, Braga, n. 14, p. 119-139, jan. 1994.

MIRANDA, Shirley Aparecida de. O movimento de constituição da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte (1897-1992): progressivo avanço do direito à educação. 1998. 157f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1998.

NORONHA, Maria Izabel Azevedo. Quantas avaliações serão necessárias até o governo assumir suas responsabilidades? 2010. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2015.

PATEMAN, Carole. Participação e teoria democrática. Trad. Luiz Paulo Rouanet. Rio de Janeiro: Ed. Paz e Terra, 1992.

PINTO, Mércia de Figueiredo Noronha. Regulação e ação pública na política de Educação Infantil de Belo Horizonte. 2014. 259 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014.

ROCHA, Maria da Consolação. Políticas de valorização do magistério: remuneração, plano de carreira, condições de trabalho – uma análise da experiência de Belo Horizonte. 2009. 393f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

SINDREDE-BH. Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte, 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2014.

SINDICATO DOS PROFESSORES DO ENSINO OFICIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. Disponível em: . Acesso em: 2 fev. 2010.

ZAIDAN, Samira; SOUZA, Eustáquia Salvadora de (orgs.). Estado do conhecimento sobre a Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte – 1986-2005. Belo Horizonte: FaE/UFMG, 2009.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol33n32017.79306

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573