Sistemas estaduais de avaliação: interfaces com qualidade e gestão da educação

Autores

  • Cristiane Machado
  • Ocimar Munhoz Alavarse
  • Paulo Henrique Arcas

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol31n32015.63800

Palavras-chave:

Qualidade, gestão da educação, sistemas de avaliação.

Resumo

Explorar possíveis interfaces entre a configuração dos Sistemas Estaduais de Avaliação com qualidade e gestão da educação é o objetivo deste artigo. Dentre os 27 entes federados, 19 possuem sistemas próprios de avaliação (LOPES, 2007; SOUSA; OLIVEIRA, 2010; GAME, 2011). Verificou-se que, de modo geral, esses sistemas possuem as mesmas características e o mesmo desenho do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Constataram-se as tendências de uso dos dados obtidos para subsidiar a elaboração de indicadores estaduais de qualidade da educação e dos resultados das aferições dos estudantes para avaliação de desempenho docente, com a atribuição de gratificações e bônus, indicando a adoção da lógica de que a produção da qualidade e a gestão da educação podem ser forjadas com base em mecanismos de quase mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADAMS, Don; ACEDO, Clementina; POPA, Simona. In search of quality education. In: ADAMS, Don; ACEDO, Clementina; POPA, Simona. (Ed.). Quality and qualities: tensions in education reforms. Rotterdam: Sense; Paris: Unesco: International Bureau of Education, 2012. (Comparative and International Education: a Diversity of Voices, v. 16). p. 1-22.

ALAVARSE, Ocimar M.; BRAVO, Maria Helena; MACHADO, Cristiane. Avaliação como diretriz das Políticas Educacionais dos Governos Federal, Estaduais e Municipais: o caso brasileiro. Trabalho apresentado no III Congresso Ibero Americano de Política e Administração da Educação. Zaragoza, Espanha. 2012.

BONAMINO, Alicia; BESSA, Nícia; FRANCO, Creso. O “estado da avaliação” nos Estados. In: Bonamino, A.C., Bessa, N., Franco, C. (Org.) A avaliação da educação básica: pesquisa e gestão. Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio; São Paulo: Loyola, 2004, p. 65-78.

BONAMINO, Alicia; SOUSA, Sandra Maria Zákia Lian. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012.

BRASIL. Presidência da República. Plano Nacional de Educação-PNE. Lei Federal 13.005 de 25 de junho de 2014. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm>. Acesso em: 25 mar. 2015.

CASASSUS, Juan. A escola e a desigualdade. Brasília:Líber Livro, 2007.

DOURADO, Luiz Fernando (Org.). A Qualidade da Educação: conceitos e definições. Brasília: MEC/Inep, 2007.

FREITAS, Luiz Carlos. Caminhos da avaliação de Sistemas Educacionais no Brasil: o embate entre a cultura da auditoria e a cultura da avaliação. In: BAUER, Adriana; GATTI, Bernadete A.; TAVARES, Marialva R. (Org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: implicações nas redes de ensino, no currículo e na formação de professores. Florianópolis: Insular, 2013. p. 147-176.

GAME (Grupo de avaliação e medidas educacionais). A avaliação externa como instrumento da gestão educacional nos estados: relatório final. Belo Horizonte: Game/ Faculdade de Educação / Universidade Federal de Minas Gerais, ago. 2011.

LOPES, Valéria. V. Cartografia da avaliação educacional no Brasil. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

MACHADO, Cristiane; ALAVARSE, Ocimar Munhoz. Qualidade das escolas: tensões e potencialidades das avaliações externas. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 39, n. 2, p. 413-436, abr./jun. 2014.

MACHADO, Cristiane. Impactos da avaliação externa nas políticas de gestão educativa. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, v. 11, n. 1. p. 41-55, 2013.

MACHADO, Cristiane. Avaliação Externa e Gestão Escolar: reflexões sobre uso dos resultados. Revista @mbienteeducação, v. 5, n. 1, p. 70-82, jan/jun, 2012.

MINHOTO, Maria Angélica Pedra. Notas sobre a avaliação da qualidade de sistemas educacionais. In: BAUER, Adriana; GATTI, Bernadete A.; TAVARES, Marialva R. (Org.) Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: origem e pressupostos. Florianópolis: Insular, 2013. p. 137-148.

OLIVEIRA, Lina Kátia Mesquita. Os sistemas educacionais de avaliação e a gestão educacional. Trabalho apresentado no II CONAVE - Congresso Nacional de Avaliação Educacional. Unesp Bauru, 24-26 set. 2012.

SOUSA, Sandra Maria Zákia Lian; OLIVEIRA, Romualdo Portela de. Sistemas estaduais de avaliação: uso dos resultados, implicações e tendências. Cadernos de Pesquisa, v.40, n. 141, p. 793-822, set./dez. 2010.

SOUSA, Sandra Maria Zákia Lian. Avaliação externa e em larga escala no âmbito do estado brasileiro: interface de experiências estaduais e municipais de avaliação da educação básica com iniciativas do governo federal. In: BAUER, Adriana;

GATTI, Bernadete A.; TAVARES, Marialva R. (Org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: implicações nas redes de ensino, no currículo e na formação de professores. Florianópolis: Insular, 2013. p. 61-87.

SANTOS, Catarina de A.; NOGUEIRA, Danielle X. P.; JESUS, Girlene R.; CRUZ, Shirleide P. da S. Avaliação de desempenho docente nas redes estaduais de educação básica no Brasil. Trabalho apresentado no III Congresso Ibero-Americano de Política e Administração da Educação. Zaragoza. 14 a 17 de novembro de 2012.

VIANNA, Heraldo M. Medida da qualidade em educação: apresentação de um modelo. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, n.2, p.99-104, jul/dez. 1990.

Downloads

Publicado

2016-06-01

Como Citar

Machado, C., Alavarse, O. M., & Arcas, P. H. (2016). Sistemas estaduais de avaliação: interfaces com qualidade e gestão da educação. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 31(3), 667–680. https://doi.org/10.21573/vol31n32015.63800