Plano Municipal de Educação: elaboração, acompanhamento e avaliação no contexto do PAR

Antônio Cabral Neto, Alda Maria Duarte Araujo Castro, Luciane Terra dos Santos Garcia

Resumo


O artigo discute o papel dos Planos Municipais de Educação (PME) na organização do Sistema Nacional de Educação (SNE). Considera o Plano de Ações Articuladas (PAR) em municípios norte-rio-grandenses, na dimensão da gestão educacional. Utilizaram-se como procedimentos a análise documental e a revisão de literatura. Os resultados evidenciam que o PAR define a priori, o que deve ser executado pelo município, fragilizando a sua autonomia e a gestão democrática, mas vem contribuindo para consolidar práticas de planejamento. Em Mossoró e Natal, o PAR constituiu-se em referencial para o acompanhamento e avaliação dos PME já existentes, contribuindo, assim, para dinamização da construção do SNE.

Palavras-chave


PAR; gestão educacional; planos municipais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCÂNTARA, Alzira Batalha; BARÃO, Gilcilene de Oliveira D. Planos federais e municipais de educação: embates e contradições. In: SOUZA, Donaldo Bello de; MARTINS, Angela Maria (Orgs.). In: Planos de educação no Brasil: planejamento, políticas, práticas. São Paulo: Loyola, 2014, p. 253-275.

BORDIGNON, Genuíno, Caminhar da educação brasileira: muitos planos, pouco planejamento. In: SOUZA, Donaldo Bello de; MARTINS, Angela Maria (orgs.). Planos de educação no Brasil: planejamento, políticas, práticas. São Paulo: Loyola, 2014, p. 29-53.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de julho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação. Diário Oficial da União. Brasília: Imprensa Nacional, 2014. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

BRASIL, RESOLUÇÃO/CD/FNDE/ nº 14, de 8 de junho de 2012. Brasília: MEC, 2012. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: Texto Constitucional promulgado em 5 de outubro de 1988, com alterações adotadas pelas Emendas Constitucionais nº 53/06 e 59/09. Brasília: Senado Federal. Subsecretaria de Edições Técnicas, 2010, 104p.

BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO. SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS. Plano plurianual 2008-2011, projeto de lei. Brasília: MPOG, 2007a.

BRASIL, Decreto 6.094, de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. Diário Oficial da União, 24 de abril de 2007, Brasília: Imprensa Oficial, 2007b.

BRASIL, RESOLUÇÃO/CD/FNDE/ nº. 29 de 20 de junho de 2007Brasília: MEC: 2007c. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/fndelegis/action/UrlPublicasAction.php?acao=abrirAtoPublico&sgl_tipo=RES&num_ato=00000029&seq_ato=000&vlr_ano=2007&sgl_orgao=CD/FNDE/MEC. Acesso em: 16. nov. 2015.

BRASIL, RESOLUÇÃO/CD/FNDE/ nº. 47 de 20 de setembro de 2007d. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

BRASIL. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E INVESTIMENTOS ESTRATÉGICOS. Plano Plurianual 2004-2007. Mensagem Presidencial. Brasília: MPOG, 2003.

BRASIL, Lei 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília: Imprensa Nacional, 2001.

CABRAL NETO, Antônio. Plano nacional e sistema nacional de educação: a difícil tarefa de conceber uma política de estado. In: FRANÇA, Magna; MOMO, Mariangela (Orgs.). Processo democrático participativo: a construção do PNE. Mercado de Letras: São Paulo, 2014, p. 43-76.

CARDOSO JR, José Celso. Planejamento governamental e gestão pública no Brasil: elementos para ressignificar o debate e capacitar o estado. Texto para Discussão. Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 de janeiro de 2016.

CARY, Paul; JANY-CATRICE, Florence. Novos indicadores de riqueza: avaliar o que e para quem? In: ARCOVERDE, Ana Cristina Brito. Avaliação de políticas públicas no capitalismo globalizado: para que e para quem? Recife: UFPE, 2015. p. 120-141.

CURY, Jamil Carlos Roberto. Apontamentos de palestra proferida na Conferência Livre promovida pela Anped, CNTE, UNE, CUT, Contee. Belo Horizonte, maio de 2013. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

F

ONSECA, Marília. O projeto político-pedagógico e o plano de desenvolvimento da escola: duas concepções antagônicas de gestão escolar. Cad. Cedes, Campinas, v. 23, n. 61, p. 302-318, dezembro 2003. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v23n61/a04v2361.pdf. Acesso em 20 de janeiro de 2016.

GANDIN, Danilo. Soluções de planejamento para uma prática estratégica e participativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2016. – VEJA QUE JÁ ESTÁ NA REFRÊNCIA

IBGE. Perfil dos municípios brasileiros 2009. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/perfilmunic/2009/>. Acesso em: 25 de jan. 2016 – VEJA QUE JÁ ESTÁ NA REFRÊNCIA

IBGE. Perfil dos municípios brasileiros 2011. Ministério do Planejamento, orçamento e gestão. Rio de Janeiro:Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2012.

MEC/SASE. Diretoria de Articulação com os Sistemas de Ensino. Instituir um Sistema Nacional de Educação: agenda obrigatória para o país. Brasília: MEC, 2015. Disponível em: . Acesso em: jan. 2016.

MOSSORÓ (Cidade), Lei nº 3.298, de 04 de agosto de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação do Município de Mossoró, de duração decenal e dá outras providências. Jornal Oficial de Mossoró, 04/0802015,Mossoró-RN: 2015.

MOSSORÓ (Cidade), Sistema Integrado de Ministério da Educação/ SE PAR analítico do Município de Mossoró – RN (2011-2014). Natal: SIME, 2011a.

MOSSORÓ (Cidade), Decreto 3.749, de 21 de março de 2011. Institui o Sistema de Avaliação da Educação Municipal – SIAVE e dá outras providências. Jornal Oficial de Mossoró, Mossoró-RN, 25 mar. 2011b.

MOSSORÓ (Cidade), PAR analítico do Município de Mossoró – RN (2007-2011). SIMEC – Sistema Integrado de Ministério da Educação/ SE – Secretaria Executiva. 2007.

MOSSORÓ (Cidade). Plano Municipal de Educação: 2004/2013. Mossoró, RN: Prefeitura Municipal. Gerência Executiva de Educação e do Desporto, 2004.

NATAL, Secretaria Municipal de Educação de Natal. Documento Base Plano Municipal de Educação 2015-2025. Natal, RN: SMEN: 2015. Disponível em: . Acesso em: 16 fev. 2016.

NATAL, Secretaria Municipal de Educação de Natal. Plano Municipal de Educação (2005-2014). Natal, RN: SMEN: 2005.

NATAL, Sistema Integrado de Ministério da Educação/ SE.PAR analítico do Município de Natal -RN (2007-2011). Natal: SIMEC-Secretaria Executiva, 2007.

NATALSistema Integrado de Ministério da Educação/ SE, PAR analítico do Município de Natal-RN (2011-2014). Natal: SIMEC- Secretaria Executiva. 2011.

PNUD/BRASIL. Atlas do desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2013.

SAVIANI, Demerval. Plano Nacional de Educação, a questão federativa e os municípios: o regime de colaboração e as perspectivas da educação brasileira. São Paulo: Grabois, 2011.

SAVIANI, Dermeval. O Plano de Desenvolvimento da Educação: análise do projeto do MEC. Educação e Sociedade, v. 28, n. 100, out. 2007.

SAVIANI, Dermeval. Sistema Nacional de Educação articulado ao Plano Nacional de Educação. Revista Brasileira de Educação. v. 5, n. 44,p. 380 a 412, mai/ago., 2010.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol32n012016.62648

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573