Políticas de accountability na educação básica brasileira: um estudo do pagamento de docentes por desempenho

Andréia Ferreira da Silva

Resumo


O artigo discute a implantação de políticas de accountability na educação básica brasileira. Estuda o estabelecimento de iniciativas de avaliação externa e de pagamento de professores por desempenho, as finalidades e formas que vêm assumindo nas políticas subnacionais, com destaque para as medidas adotadas na rede de ensino de Campina Grande. Fundamenta-se em pesquisa bibliográfica e documental. O estudo discute os limites de tais políticas e seus desdobramentos para a educação brasileira.

O artigo discute a implantação de políticas de accountability na educação básica brasileira. Estuda o estabelecimento de iniciativas de avaliação externa e de pagamento de professores por desempenho, as finalidades e formas que vêm assumindo nas políticas subnacionais, com destaque para as medidas adotadas na rede de ensino de Campina Grande. Fundamenta-se em pesquisa bibliográfica e documental. O estudo discute os limites de tais políticas e seus desdobramentos para a educação brasileira.


Palavras-chave


Educação básica; políticas de accountability; pagamento de professores por desempenho.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Caroline Silva. Desempenho e recompensa: as políticas das Secretarias Estaduais de Educação. Goiânia: GO. 2014. 125p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação. Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás – UFG. 2014.

BALL, Stephen J. Performatividades e fabricações na economia educacional: rumo a uma sociedade performativa. Educação e Realidade, maio/ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2015.

BAUER, Adriana. Avaliação de desempenho de professores: pressupostos e abordagens. In.: GATTI, Bernadete A. (org.). O trabalho docente: avaliação, valorização, controvérsias. Campinas, SP: Autores Associados. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2013. p. 5-70.

BONAMINO, Alicia; SOUSA, Sandra Zákia. Três gerações de avaliação da educação básica no Brasil: interfaces com o currículo da/na escola. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 373-388, abr./jun. 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ep/v38n2/aopep633.pdf >. Acesso em: 23 fev. 2014.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de julho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 21 ago. 2014.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Novo Enem. (2013a). Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2015.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Ideb resultados e metas. 2013b. Disponível em: Acesso em: 19 ago. 2015.

______. Ministério da Educação. Indicadores demográficos e educacionais. 2011. Disponível em: < http://ide.mec.gov.br/2014/municipios/relatorio/coibge/2504009>. Acesso em: 21 ago. 2015.

______. Presidência da República. Decreto n.º 6.094, de 24 de abril de 2007. Dispõe sobre a implementação do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. Brasília, DF, 2007. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2015.

BROOKE, Nigel; CUNHA, Maria Amália de A. A avaliação externa como instrumento da gestão educacional nos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, v. 2, p. 17-79. 2011.

CAMPINA GRANDE. Lei nº 072, de 10 de abril de 2013. 2013a. Institui o décimo quarto salário dos profissionais da educação da rede pública municipal e dá outras providências. Seminário Oficial nº 2.338. Campina Grande.

______. Lei nº 5.372, de 03 de dezembro de 2013. 2013b. Torna obrigatória a divulgação do Ideb por parte das escolas do Município na forma como especifica e dá outras providências. Semanário Oficial n.º 2.338. Campina Grande.

CASSETARI, Nathália. Principais modelos de remuneração por desempenho para professores no Brasil. 17p. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2015.

FREITAS, Dirce Ney. A avaliação da educação básica no Brasil: dimensão normativa, pedagógica, e educativa. Campinas: Autores Associados, 2007.

FREITAS, Luiz Carlos de. Os reformadores empresariais da educação: da desmoralização do magistério à destruição do sistema público de educação. Educação & Sociedade. v. 33, n. 119, p. 379-404. abr./jun. 2012.

GATTI, Bernadete A. Valorização da docência e avaliação do trabalho docente: o papel da avaliação participativa em um contexto institucional. In.: _____ (org.). O trabalho docente: avaliação, valorização, controvérsias. Campinas, SP: Autores Associados. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2013. p. 153-176.

LIRA, Patrícia Rocha de Brito. A atuação do governo federal na disseminação da cultura do desempenho na educação básica brasileira (1995-2012). João Pessoa: PB, 2013. 222p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação, Centro de Educação, Universidade Federal da Paraíba – UFPB, João Pessoa. 2013.

NOVAES, Gláucia Torres Franco. Padrões de desempenho na avaliação docente e profissionalidade docente. In.: GATTI, Bernadete A. (org.). O trabalho docente: avaliação, valorização, controvérsias. Campinas, SP: Autores Associados. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 2013. p. 109-152.

PASSONE, Eric Ferdinando Kanai. Incentivo monetários para professores: avaliação, gestão e responsabilização na educação básica. Cadernos de Pesquisa. v. 44, n. 152, p. 424-448, abr./jun. 2014. Disponível em: . Acesso em: 6 ago. 2014

RODRIGUES, Melânia Mendonça et al. Planos de ações articuladas (PAR) em municípios paraibanos: alguns estudos. In: SILVA, Andréia Ferreira da; RODRIGUES, Melânia Mendonça (Org.). Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): avaliação da educação, organização escolar e trabalho docente em escolas municipais do Estado da Paraíba. Campina Grande: EDUFCG, 2013. p. 197- 215.

SILVA, Andréia Ferreira da. Políticas de avaliação em larga escala no Brasil: princípios, implantação e riscos. In:______.; RODRIGUES, Melânia Mendonça (Org.). Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb): avaliação da educação, organização escolar e trabalho docente em escolas municipais do Estado da Paraíba. Campina Grande: EDUFCG, 2013. p. 17- 30.

______. Plano de desenvolvimento da educação: avaliação da educação básica e desempenho docente. Revista Inter-Ação, Goiânia, v. 35, n. 2, p. 415-435, jul./dez. 2010. Disponível em: < http://www.revistas.ufg.br/index.php/interacao/issue/view/950/showToc>. Acesso em: 15 maio. 2015.

SOUSA, Sandra Zákia. Avaliação Externa e em Larga Escala no Âmbito do Estado Brasileiro: Interface de Experiências Estaduais e Municipais de Avaliação da Educação Básica com Iniciativas do Governo Federal. In: BAUER, Adriana; BERNADETE, A. Gatti (Org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil. Florianópolis: Insular, v. 2. 2013. p. 61-85.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol32n22016.59520

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573