Uma produção que se intensifica: a educação domiciliar nas pesquisas acadêmicas

Maria Celi Chaves Vasconcelos, Fabiana Ferreira Pimentel Kloh

Resumo


O artigo tem como objetivo analisar a produção acadêmica de dissertações e teses sobre a educação domiciliar na última década, buscando demonstrar a ampliação do interesse pelo assunto, a partir de diferentes motivações. Para tanto, tomamos como fonte os bancos de dados de teses e dissertações da Capes e da BDTD, no período de 2010 até 2019. Entre os resultados disponíveis foi possível localizar e acessar trinta e cinco pesquisas de mestrado e doutorado que enfocam a discussão a respeito da educação domiciliar, corroborando a existência de um aumento gradual do interesse pela temática.


Palavras-chave


Educação domiciliar. Homeschooling. Ensino em casa. Desescolarização.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, É. P. A Educação Familiar Desescolarizada como um Direito da Criança e do Adolescente: relevância, limites e possibilidades na ampliação do Direito à Educação. 2014, 522p. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo: São Paulo, 2014.

BARBOSA, L. M. R. Ensino em casa no Brasil: um desafio à escola? 2013, 350p. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo: São Paulo, 2013.

BECKER, C.; GRANDO, K. B.; HATTGE, M. D. Educação domiciliar, diferença e construção do conhecimento: contribuições para o debate. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, n. 2014812, p. 1-12, abr./2020. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2020.

BELMINO, M. C. de B. Ontologia gestáltica: um ensaio sobre a teoria

da experiência em Paulo Goodman. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Universidade Federal de Santa Catarina: Florianópolis, 2016.

CARVALHO, L. V. Ajuste estrutural do capital: alicerce da desconstrução da escola pública estatal. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará: Fortaleza, 2016.

GARCIA, W. C. D. Direito à educação familiar. Tese (Doutorado) – Faculdade de Direito, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo, 2010.

GAVIÃO, J. S. F. As crianças e suas memórias de infância: escola e homeschooling nas narrativas infantis. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2017.

KLOH. F. F. P. DE CANELA A BRASÍLIA: nas vozes de um processo, a Educação Domiciliar chegou à Suprema Corte brasileira. 2020. 280f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020.

MAZOTTI, M. O ativismo judicial no panorama do direito à educação: a intervenção do Poder Judiciário nas políticas públicas educacionais e seus efeitos práticos: estudo comparado entre o Brasil e os EUA. Tese (Doutorado) – Faculdade de Direito. Universidade de São Paulo: São Paulo, 2017.

PATIÑO, A. P. C. Intervenção estatal no exercício da autoridade familiar. Tese (Doutorado) – Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo: São Paulo, 2012.

RIBEIRO, A. C. Homeschooling e controvérsias: da identidade à pluralidade – o drama da socialização. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, n. 2014775, p. 1-22, mar./2020. Disponível em: . Acesso em: 8 mai. 2020.

RIO DE JANEIRO, Deliberação CEE n° 376, de 23 de março de 2020. Orienta as Instituições integrantes do Sistema Estadual de Ensino do estado do Rio de Janeiro sobre o desenvolvimento das atividades escolares não presenciais, em caráter de excepcionalidade e temporalidade, enquanto permanecerem as medidas de isolamento previstas pelas autoridades estaduais na prevenção e combate ao Coronavírus – COVID-19. Doerj de 25 de março de 2020.

SALGADO, G. N. Educação “alternativa”: do discurso à imagem. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Santa Catarina: Santa Catarina, 2018.

SOUZA, M. F. Além da escola: reflexões teórico-metodológicas com base na análise de práticas educativas alternativas descobertas em áreas rurais da região de São Carlos S.P. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho: Araraquara, 2016.

VASCONCELOS, M. C. C. A casa e os seus mestres: a educação no Brasil de Oitocentos. Rio de Janeiro: Gryphus, 2005.

VASCONCELOS, M. C. C. Educação na casa: perspectivas de desescolarização ou liberdade de escolha? Pro-Posições, Campinas, v. 28, n. 2, p. 122-140, dez./2017. Disponível em: . Acesso em: 18 mar. 2020.

VASCONCELOS, M. C. C; BOTO, C. A educação domiciliar como alternativa a ser interrogada: problema e propostas. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 1, n. 2014654, p. 1-21, dez./2019. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2020.

VASCONCELOS, M. C. C; MORGADO, J. C. B. C. Desafios à escolarização obrigatória: a inserção do homeschooling na legislação educacional no Brasil e em Portugal. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Recife, v. 30, n. 1, p. 203-230, dez./2014.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol36n22020.102988

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573