A SUSPENSÃO DOS REFERENTES PELA ORDEM DAS PALAVRAS E O DESAFIO DE TRADUZIR POESIA LATINA

BREVE ANÁLISE DE ENEIDA 1-15.

Autores

Resumo

O artigo analisa Eneida 1-15, dando atenção a efeitos de sentido ligados à ordem das palavras, nomeadamente o efeito de suspensão dos referentes por meio do adiamento de palavras-chave. A seguir, especula acerca das dificuldades de verter tais efeitos numa tradução em língua portuguesa. Entre tais dificuldades, é dada atenção a três: a diferença tipológica entre latim e português; a tradição de reflexões sobre tradução em língua portuguesa (que atribui grande importância à vernaculidade do texto de chegada) e a dificuldade de conciliar a reprodução desses efeitos de ordenação das palavras com outros recursos formais relevantes (nomeadamente, a métrica). Conclui apontando possíveis caminhos de superação desses obstáculos: respectivamente, o fato de termos em nossa história literária período conhecido pela exploração poética de inversões sintáticas, o Barroco; a existência de teorias da tradução que defendem maior abertura à influência das línguas estrangeiras na língua vernácula via tradução; a possibilidade de dissociação entre métrica e poesia, comum desde os movimentos modernistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Willamy Fernandes Gonçalves, Universidade Federal do Ceará

Atuo na área de estudos clássicos, com interesse sobretudo em tradução de clássicos gregos e latinos, em teoria da tradução e em história da tradução. Integro desde 2014 o grupo de pesquisa (CNPq) de Tradução e recepção dos clássicos, coordenado pelo prof. dr. Robert Bröse.

Downloads

Publicado

2023-12-20

Edição

Seção

Artigos