POR UMA NOVA TRADUÇÃO EM VERSOS DECASSÍLABOS DO DE RERUM NATURA

Autores

Palavras-chave:

poesia didática, literatura latina, tradução em versos decassílabos

Resumo

Este trabalho tenciona apresentar uma tradução com notas, em versos decassílabos, de duas passagens célebres do poema De rerum natura, de Lucrécio, texto basilar da literatura latina, que visava divulgar em versos a filosofia de Epicuro. São elas o proêmio da obra (v. 1-49), que consta de um hino em honra à deusa Vênus, identificada como a força criadora de todas as coisas, e aquela que acreditamos ser a própria proposição poética do texto (I, v. 921-950), em que o poeta expõe seus ideais estéticos e artísticos sobre a função de sua poesia. A novidade, por assim dizer, de nossa proposta consiste na tentativa de realizar uma tradução em versos decassílabos do poema, retomando e atualizando uma tradição vinda do século XIX, de quando foram feitas as primeiras traduções decassilábicas do De rerum natura, em português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Saulo Santana de Aguiar, Universidade Federal da Paraíba.

Mestre em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, com experiência na área de Letras Clássicas.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Edição

Seção

Traduções comentadas