UFE EVENTIVAS NA ÁREA DA CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE BENS CULTURAIS MÓVEIS EM SUPORTE PAPEL: IDENTIFICAÇÃO E ANÁLISE

Autores

  • Manuela Arcos
  • Cleci Regina Bevilacqua

Palavras-chave:

TERMINOLOGIA. FRASEOLOGIA ESPECIALIZADA. UNIDADES FRASEOLÓGICAS ESPECIALZIADAS EVENTIVAS. ÁRVORE DE DOMÍNIO. CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE BENS MOVEIS EM PAPEL.

Resumo

Este trabalho apresenta uma breve análise quantitativa e qualitativa de Unidades Fraseológicas Especializadas Eventivas (UFE eventivas, BEVILACQUA, 2004), em língua portuguesa, do âmbito da Conservação e Restauração de bens culturais móveis em suporte papel, identificadas durante uma pesquisa de Mestrado, com o objetivo de compor uma base de dados terminológica multilíngue elaborada pelo Grupo Termisul (UFRGS) e contribuir no desenho da estrutura conceitual da área. As UFE eventivas estão conformadas por um Núcleo Eventivo (NE) de forma verbal ou deverbal e um Núcleo Terminológico (NT), e representam ações e processos especializados da área de conhecimento. Como base teórica, seguimos os pressupostos da Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT,CABRÉ,1999). Para propor a complementação da organização conceitual da área, nos baseamos nas relações conceituais de Sager (1999) que possibilitam o desenho de árvores de domínio. Para identificar as UFE eventivas utilizamos um corpus de cerca de 1 milhão de palavras constituído  por textos acadêmicos (teses, artigos, relatórios, etc.) referentes ao tema e construído pelo Grupo Termisul. A extração das UFE eventivas foi feita com o uso da ferramenta Word Sketch do programa Sketch Engine. Os dados coletados foram analisados quantitativa e qualitativamente.  Os resultados apontam para um predomínio da ocorrência de NE nominalizados e da existência de valores diferencias dos NE, o que os situa em lugares diferentes da árvore de domínio representativa da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARCOS, Manuela. BEVILACQUA, Cleci Regina. Metodologias para a extração e identificação de Unidades Fraseológicas Especializadas eventivas em corpora textuais. Revista Guavira Letras, UFMG. Três Lagoas/MS, v.14, n.27, p.75-95, maio/ago. 2018.

BEVILACQUA, Cleci Regina. Unidades Fraseológicas Especializadas Eventivas: descripción y reglas de formación en el ámbito de la energía solar. Orientador: María Teresa Cabré. 2004. 241 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Instituto Universitário de Linguística Aplicada (IULA), Universidade Pompeu de Fabra, Barcelona. 2004.

BEVILACQUA, Cleci Regina et al. CLEs da linguagem jurídica: as combinatórias discursivas do texto legislativo brasileiro In: ALVAREZ, Maria Luisa Ortiz. Tendências atuais na pesquisa descritiva e aplicada em fraseologia e paremiologia. Campinas: Pontes Editores, 2012. v.2, p. 241-253.

BERBER SARDINHA, Tony. Linguística de corpus. Barueri: Manole, 2004.

BOJANOSKI, Silvana. Terminologia em Conservação de bens culturais em papel: produção de um glossário para profissionais em formação. Orientador: Cleci Regina Bevilacqua. 2018. 292 f. Tese (Doutorado em Memória Social e Patrimônio Cultural) – Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018.

FRONER, Yaci-Ara. Editorial. Cadernos de Ciência & Conservação: História da Arte Técnica, v.1, n.2.. Belo Horizonte. p. 22-37. 2014.

CABRÉ, M. Teresa. Terminologia y linguística: la teoría de las puertas. Estudios de lingüística del español, V. 16. 2002. Disponível em: http://elies.rediris.es/elies16/Cabre.html. Acesso em: 8 de agosto de 2019.

CABRÉ, M. Teresa. La enseñanza de la Terminología en España: problemas y propuestas. Hermeneus. Revista de Traducción e Interpretación, Universidad de Valladolid. nº 2, p. 1-39, 2000.

CABRÉ, María Teresa. La terminología: representación y comunicación. Elementos para una teoría de base comunicativa y otros artículos. Barcelona, Universitat Pompeu Fabra, Institut Universitari de Lingüística Aplicada. 1999.

CABRÉ, M. Teresa; LORENTE, Mercè; ESTOPÀ, Rosa. Terminología y Fraseología. In: Actas del V Simposio Iberoamericano de Terminología: Terminología, ciencia y tecnología. México: Colegio de México & Unión Latina, p. 67-81. 1996.

L’HOMME, Marie-Claude. La terminologie: príncipes et techniques. Montreal: Paramètres, 2004.

SAGER, Juan Carlos. Curso práctico sobre el procesamiento de la terminología. Madrid: Fundación Germán Sánchez Ruipérez, 1990.

Downloads

Publicado

2020-11-25

Edição

Seção

Artículos Sección Libre