Cultura política brasileira

Christian Edward Cyril Lynch

Resumo


 

RESUMO

Trata-se de uma introdução teórica ao pensamento político brasileiro, na forma didática de verbete, com a seguinte ementa: Política e cultura política brasileira - A cultura política europeia e seus grandes temas: autoridade, liberdade e igualdade. - A expansão colonial europeia e a conformação da cultura política periférica. - A cultura política iberoamericana e o tema do atraso. - A orientação modernizadora da cultura política brasileira. - A importação das instituições dos países cêntricos como indutor da modernização. - Os modelos cêntricos: Inglaterra, França e Estados Unidos. - A inefetividade institucional: a dicotomia país legal versus país real. - A percepção da defasagem entre instituições e realidade: três diagnósticos. - Primeiro diagnóstico: atraso do país legal em face do país real. - Segundo diagnóstico: inefetividade do país legal sobre o real. - Terceiro diagnóstico: adiantamento demasiado do país legal diante do real. - A frustração em torno da modernização institucional: o pedagogismo. - Reação à crise de legitimidade da política tradicional: as vanguardas modernizadoras. - As vanguardas burocráticas (1): o governante. - As vanguardas burocráticas (2): os militares. - As vanguardas burocráticas (3): a magistratura e o ministério público. - Ideologias políticas brasileiras. - Ideologias políticas (1): o nacional-estatismo. - Ideologias políticas (2). O liberalismo cosmopolita.

ABSTRACT

This is a theoretical introduction to Brazilian political thought, in the didactic form of entry, with the following syllabus: Politics and Brazilian political culture. - European political culture and its major themes: authority, freedom and equality. - European colonial expansion and the configuration of peripheral political culture. - The Ibero-American political culture and the theme of backwardness. - The modernizing orientation of Brazilian political culture. – Importation of centric countries’s institutions as inductor of modernization. - The central models: England, France and the United States. - Institutional ineffectiveness: the legal country versus real country dichotomy. - The perception of the gap between institutions and reality: three diagnoses. - First diagnosis: delay of the legal country in relation to the real country. - Second diagnosis: ineffectiveness of the legal country over the real country. - Third diagnosis: excessive development of the legal country before the real country. - The frustration surrounding institutional modernization: pedagogism. - Reaction to the crisis of legitimacy of traditional politics: the modernizing vanguards. - The bureaucratic vanguards (1): the ruler. - The bureaucratic vanguards (2): the military. - The bureaucratic vanguards (3): the judiciary and public ministry. - Brazilian political ideologies. - Political ideologies (1): the national-statism. - Political ideologies (2). The cosmopolitan liberalism.

 


Palavras-chave


Pensamento político brasileiro; Cultura política; Pensamento social brasileiro; Teoria política; Pós-colonialismo; Transplantes jurídicos; Ciência Política; Direito Constitucional

Texto completo:

Versão Virtual (4-19)


DOI: https://doi.org/10.22456/0104-6594.76070

Apontamentos

  • Não há apontamentos.