“Mulheres Arteiras” no IFSC Campus Garopaba

Autores

  • Tatiane Melissa Scoz Antropologia Social – IFSC
  • Michele Raasch Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais – IFSC
  • Fernanda Grimaldi Produção Vegetal – IFSC

Resumo

Este trabalho é um relato de experiência sobre a realização do projeto de extensão intitulado “Mulheres Arteiras: artesanato, integração e geração de renda pelos princípios da economia solidária”, ofertado de forma remota em 2020, durante o período de distanciamento social. O objetivo deste artigo é apresentar o referido projeto e relatar as estratégias adotadas e os desafios encontrados nessa modalidade de trabalho. As atividades propostas buscaram a valorização e fortalecimento do público alvo, que eram mulheres em situação de vulnerabilidade social. A experiência proporcionou a troca de saberes com o público e a equipe envolvida. A atividade de extensão, indissociada do ensino e da pesquisa, é um canal de conexão entre a instituição de ensino e a comunidade externa e, para o projeto em questão, possibilitou a formação e a continuidade de novos laços, tanto emocionais como econômicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-29

Como Citar

MELISSA SCOZ, T.; RAASCH, M.; GRIMALDI, F. “Mulheres Arteiras” no IFSC Campus Garopaba. Revista da Extensão, Porto Alegre, p. 51–57, 2022. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/revext/article/view/126178. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos