Entre a escola e o quartel: a negação do direito à educação

Autores

  • Andréia Mello Lacé Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia
  • Catarina de Almeida Santos
  • Danielle Xabregas Pamplona Nogueira

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol35n32019.96856

Palavras-chave:

Militarização, escola pública, direito à educação, qualidade.

Resumo

Este artigo analisa a militarização nas escolas públicas com o objetivo de extrair evidências sobre a efetivação da garantia do direito à educação com qualidade nesse modelo de gestão. Analisa os pressupostos da militarização à luz dos preceitos constitucionais do direito à educação e da qualidade socialmente referenciada. Foram realizadas análises documentais em fontes primárias e secundárias, matérias jornalísticas e produções teóricas sobre o tema. Concluiu-se que o modelo analisado preconiza a negação do direito à educação e da efetivação do princípio da qualidade socialmente referenciada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

Lacé, A. M., Santos, C. de A., & Nogueira, D. X. P. (2019). Entre a escola e o quartel: a negação do direito à educação. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 35(3), 648. https://doi.org/10.21573/vol35n32019.96856

Edição

Seção

Dossiê: Militarização da Escola Pública