Trabalho e educação: raízes da ontologia da educação da pedagogia histórico-crítica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol35n32019.91572

Palavras-chave:

Trabalho. Educação. Ontologia. Pedagogia Histórico-Crítica.

Resumo

Resumo

 

A pretensão deste artigo é compreender as categorias analíticas de Luckacs como elementos para uma ontologia da educação. tendo como foco entender as ideais “lukácsianas” e sua relação com os escritos de Dermeval Savian. A metodologia utilizada tem como base a pesquisa bibliográfica. Ao término deste estudo constatamos que é por meio do entendimento da  concepção ontológica do ser, que poderemos restabelecer os vínculos entre conhecimento e trabalho criativo.

 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Regina de Jesus Santos, Universidade Estadual de Londrina

Pós Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense. Docente do Curso de Pedagogia e do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Estadual de Londrina. Lider do grupo de pesquisa do CNPq: Curriculo, Formação e trabalho docente.

Jose Alexandre Gonçalves

Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina. Professor da rede estadual de educação do Estado do Paraná.

Referências

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1972.

DUARTE, Newton. Lukács e Saviani: a ontologia do ser social e a pedagogia histórico-crítica. Pedagogia histórico-crítica e a luta de classes na educação escolar. Campinas. Autores Associados, p. 37-57, 2012.

LESSA, Sergio. Para Compreender a Ontologia de Lukács. 3. ed. Ijuí: Edijuí, 2012.

LUKÁCS, György, Para uma ontologia do ser social, II. Tradução Nélio Schneider, Ivo Tonet , Ronaldo Vielmi Fortes. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARTINS, Ligia M. Formação de Professores: desafios contemporâneos e alternativas necessárias. In. MENDONÇA, Sueli Guadalupe de Lima, et al. Marx, Gramsci e Vygotski: aproximações. Araraquara: Junqueira&Marin; Marilia: Cultura Acadêmica, 2009.

Marx, karl. O Capital: Crítica da Economia Política. São Paulo: Nova Cultural, 1996.Disponível em:<https://edisciplinas.usp.br/mod/resource/view.php?id=138581>

Acesso em: 25 mar. 2018.

______. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004.

______; ENGELS, Friedrich. A ideologia Alemã. Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cv000003.pdf>. Acesso em: 26 maio 2018.

SAVIANI. Dermeval. Escola e Democracia. 36. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

______. Pedagogia Histórico-Crítica. 9. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

______. Trabalho e Educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação. v. 12, nº 34. p. 152-180. jan/abr., 2007.

______. A Formação Humana na Perspectiva Histórico-Ontológica. In: SAVIANI, Dermeval; DUARTE, Newton (Org.). Pedagogia histórico-crítica e luta de classes na educação escolar. Campinas: Autores Associados, 2015. p. 13-35.

VÁZQUEZ, Adolfo Sanches. Ética. 37. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

Santos, A. R. de J., & Gonçalves, J. A. (2019). Trabalho e educação: raízes da ontologia da educação da pedagogia histórico-crítica. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 35(3), 980. https://doi.org/10.21573/vol35n32019.91572