Educação superior: processos motivacionais estudantis para a evasão e a permanência

Autores

  • Bettina Steren dos Santos Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Tárcia Rita Davoglio Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Carla da Conceição Lettnin Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ Colégio de Aplicação
  • Carla Spagnolo Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Lorena Machado do Nascimento Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol33n12017.64630

Palavras-chave:

Educação superior, permanência, evasão.

Resumo

O estudo analisou os motivos para a evasão e a permanência na Educação Superior apontados por 746 estudantes de uma instituição privada, a maioria cursando entre o 4º e o 7º semestre. A partir de questionários semiestruturados e da Análise de Conteúdo, emergiram as categorias ‘Universidade’, ‘Profissional’ e ‘Pessoal’, esta última mostrando-se a mais relevante para a decisão tanto de prosseguir como de abandonar o curso. A categoria ‘Universidade’ relacionou-se mais à evasão e a ‘Profissional’ à permanência dos estudantes. Tais resultados retratam uma realidade específica e podem subsidiar novos estudos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bettina Steren dos Santos, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Pedagogia pela UFRGS (1989) e doutorado em Psicologia Evolutiva e da Educação - Universidad de Barcelona (1996). Pós-doutorado no College of Education, The Univesity of Texas at Austin, EUA. É professora e coordenadora do Grupo de Pesquisa “Processos Motivacionais em Contextos Educativos” da Escola de Humanidades - Educação/PUCRS. Coordenadora do Curso de Especialização em Psicopedagogia e é Bolsista de Produtividade em Pesquisa - PQ/CNPq. Tem experiência na área de Psicologia Educativa, com ênfase nos processos de ensino e aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, processos motivacionais, mal-estar e bem-estar docente; metodologias de ensino. Atualmente é Decana Associada da Escola de Humanidades da PUCRS.

Tárcia Rita Davoglio, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Graduada em Psicologia - Habilitação para Psicólogo e Licenciatura Plena, Especialista em Psicoterapia Psicanalítica, com formação em psicopatologia do bebe (Universite Paris 13). Mestre em Psicologia Clínica, Doutora em Psicologia, com ênfase em avaliação psicológica e personalidade. Pesquisadora em estágio pós-doutoral (Edital DOCFIX/FAPERGS/CAPES/2012) no Programa de Pós-Graduação em Educação/PUCRS. Professora na Escola de Humanidades/PUCRS, na Faculdade Meridional IMED/Passo Fundo e na Fundação Universitária de Cardiologia/Porto Alegre. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Psicologia Aplicada: Pessoa e Contextos e pesquisadora colaboradora do grupo de pesquisa PROMOT/PUCRS.

Carla da Conceição Lettnin, Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ Colégio de Aplicação

Professora de Educação Física do Departamento de expressão e movimento do Colégio de aplicação da UFRGS; Mestre em Teoria e Prática Pedagógica em Educação Física e Doutora em Educação; Coordenadora do grupo de pesquisa Educação e Saúde do CNPQ.  

Carla Spagnolo, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Licenciada em Educação Física pela Universidade de Caxias do Sul, Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Doutoranda em Educação pela mesma instituição. Tem experiência como professora e gestora em Escolas de Educação Básica. Realizou Estágio de Doutorado Sanduíche na Universidade de Barcelona - Espanha, por um período de nove meses. Atua como professora em cursos de pós-graduação em educação com a temática de ensino e de aprendizagem e em cursos utilizando a metodologia criativa do Design Thinking. Atualmente é bolsista e faz parte de grupos de pesquisa da Pucrs, como PROMOT (Processos Motivacionais).

 

Lorena Machado do Nascimento, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Mestranda em Educação, graduada em Pedagogia na Pontífícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).  Membro do grupo de pesquisa PROMOT - Processos Motivacionais em Contextos Educativos, coordenado pela professora Dra. Bettina Steren dos Santos da PUCRS. E da rede RIES - Rede Sulbrasileira de Investigadores em Educação Superior, coordenada pela Dra. Profa. Marília Costa Morosini, que trabalha com investigações sobre Contextos Emergentes em Educação Superior. Tem grande experiência na área de Educação Infantil, com ênfase em Planejamento Educacional e coordenação de equipe.

Referências

ALMEIDA, M. R. Educação de Jovens e Adultos no Município de Senhor do Bonfim-BA: relação entre a prática docente e a evasão escolar. 2008. 86 f. Dissertação (Mestrado em Educação Agrícola) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ, 2008.

BAGGI, C. A. S.; LOPES, D. A. Evasão e Avaliação Institucional no Ensino Superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação, Campinas: Sorocaba: SP, v. 16, n.2, p.355-374, 2011.

BARRERA, O.; CASALLAS, P.; SASTRE, A. Factores asociados a la deserción estudiantil en la universidad piloto de colombia. V Conferência latino-americana sobre o abandono, V, Talca Universidad, Chile, 2015.

BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura (MEC). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Resumo Técnico Censo da Educação Superior 2013. Brasília: INEP, 2013. Disponível em: < portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior/resumos-tecnicos>

BRITTO, L. P. L.; SILVA, E. O. S.; CASTILHO, K. C.; ABREU, T. M. Conhecimento e formação nas IES periféricas: perfil do aluno “novo” da educação superior. Avaliação, Campinas: Sorocaba, SP, v.13, n.3, p. 777-791, nov. 2008.

DIAS, M S.L.; SOARES, D. H.P. A escolha profissional no direcionamento da carreira dos universitários. Psicol. cienc. prof. [online], vol.32, n.2, p. 272-283, 2012.

Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414 98932012000200002&lng=en&nrm=iso>.

FERNANDES, D. C. Mitos familiares e escolha profissional: uma visão sistêmica. Psic. - Revista de Psicologia, São Paulo: Vetor Editora, v. 7, nº 1, p. 99-100, jan. /jun. 2006.

FRIEGEBEN, L.E. G.; DIAZ, O. E.; FERNÁNDEZ, L. L. Deserción y fracasso acadêmico en la educación superior en América Latina y el Caribe: resultados e implicancias. In: Una Visión Integral del Abandono. SANTOS, B. S. et al. (Org). Porto Alegre: Edipucrs, 2013.

HERBAS-TORRICO, B. C. La Influencia de la motivación y la satisfacción de los estudiantes en sus intenciones de graduación. In: V Conferência latino-americana sobre o abandono, V, Talca Universidad, Chile, 2015.

KARABEL, J. Community colleges and social stratification. Harvard Educational

Review, 42(4), 521 -562, 1972.

KIRA, L. P. A evasão no ensino superior: o caso do curso de pedagogia da Universidade Estadual de Maringá (1992-1996). 2002. 106 f. Dissertação (Mestrado em Educação) -Universidade Metodista de Piracicaba, São Paulo, 2002.

LISBOA, M. D. Orientação profissional e mundo do trabalho: Reflexões sobre uma nova proposta frente a um novo cenário. In: LEVENFUS R. S.; SOARES, D.H.P. (Orgs.). Orientação vocacional ocupacional: Novos achados teóricos, técnicos e instrumentais para a clínica, a escola e a empresa. Porto Alegre: Artes Médicas, p. 33-49, 2002.

LOBO, M. B. C. M. Panorama da Evasão no Ensino Superior Brasileiro: Aspectos Gerais das Causas e Soluções. Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, cadernos nº 25, p. 1-23, dez. 2012. Disponível em <http://www.institutolobo.org.br/imagens/pdf/artigos/art_087.pdf>

MATUS, O.; LANDA, V.; KUHNE, W.; PAINEPAN, B. Fracaso académicos en estudiantes de ingeniería desde la mirada del desarrollo personal: estudio longitudinal. In: V conferência latino-americana sobre o abandono, V, Talca Universidad, Chile, 2015.

MOROSINI, Marília Costa, et al. A evasão na Educação Superior no Brasil: uma análise da produção de conhecimento nos periódicos Qualis entre 2000-2011. In: II Conferência latino-americana sobre o abandono, II, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Brasil, 2012.

MEC/ANDIFES/ABRUEM/SESU. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de Instituições de Ensino Superior Públicas. Relatório da Comissão- Especial para Estudos sobre a Evasão nas Universidades públicas Brasileiras, Brasília: MEC Secretaria de Educação Superior; Estudo, out. 1997. Disponível em: <http://www.udesc.br/arquivos/id_submenu/102/diplomacao.pdf. >

MORAES, R. Uma experiência de pesquisa coletiva: introdução à análise de conteúdo. In: GRILLO, M. C.; MEDEIROS, M. F. (Orgs). A construção do conhecimento e sua mediação metodológica. Porto Alegre: EDIPUCRS, p. 111-128, 1998.

POLYDORO, S. A. O trancamento de matrícula na trajetória acadêmica no universitário: condições de saída e de retorno à instituição. 2000. 145 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

PROYECTO Alfa Guia Dci-Alfa/2010/94. Proyecto ALFA-III “Gestión Universitaria Integral del Abandono. Construcción colectiva del concepto de abandono en la educación superior para su medición y análisis. Alfa Guia: Coordinadores: Jesús Arriaga (Universidad Politécnica de Madrid) Melbin Velásquez (Universidad de Antioquia) Grupo Análisis, nov. 2013. Disponível em: <http://www.alfaguia.org/wwwalfa/images/resultados/Marco_Conceptual_sobre_el-Abandono.pdf>

ROOTMAN, I. Voluntary withdrawal from a total adult socialization organization:

A model. Sociology of Education, 45, 258-270, 1972.

SANTOS, B. S. dos; MOROSINI, M. C.; COFER, J. Fatores de Persistência de Estudantes de uma Universidade Particular Brasileira. In: IV Conferência latino-americana sobre o abandono, IV, Universidad de Antioquia, Medellin, Colômbia, 2014.

TINTO, V. Definir la deserción: una cuestión de perspectiva. Revista de Educación Superior, México: ANUIES, nº 71, p. 1-9, 1989.

TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research: Washington, v. 45, n.1, p.89-125, 1975.

VALORE, L.A. A problemática da escolha profissional: as possibilidades e compromissos da ação psicológica. In: SILVEIRA, A. F.et al. (org). Cidadania e participação social [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, p. 66-76, 2008. Disponível em: SciELO Books <http://books.scielo.org>

Downloads

Publicado

2017-04-23

Como Citar

Santos, B. S. dos, Davoglio, T. R., Lettnin, C. da C., Spagnolo, C., & Nascimento, L. M. do. (2017). Educação superior: processos motivacionais estudantis para a evasão e a permanência. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 33(1), 73–94. https://doi.org/10.21573/vol33n12017.64630