Características patriminialistas do Estado brasileiro: anotações para estudos de política educacional

Autores

  • Raquel Gandini Universidade Metodista de Piracicaba

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol24n22008.19250

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir algumas categorias ou construções teóricas de Max Weber aplicadas ao estudo do Estado. O conceito de Estado é entendido como um instrumento de pesquisa da realidade empírica na qual ele existe e se desenvolve pela atividade de indivíduos e grupos. O Estado moderno caracteriza-se como estrutura de dominação legal e organização política da sociedade. Os estudos revisados revelam que no moderno Estado Democrático de Direito no Brasil, que supõem a predominância da vontade da maioria, a obediência à lei e a separação entre público e o privado, persistem ainda manifestações de patrimonialismo e clientelismo que têm raízes na origem e evolução histórica do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-03-27

Como Citar

Gandini, R. (2011). Características patriminialistas do Estado brasileiro: anotações para estudos de política educacional. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 24(2). https://doi.org/10.21573/vol24n22008.19250

Edição

Seção

Artigos