Rendimento Acadêmico e Formas de Acesso a Uma Universidade Pública Federal: Fatores Associados

Autores

  • Maria Cristina da Mota Toméi Universidade Federal de Goiás
  • Débora Danielle Alves Moraes Priebe UFG
  • Ida Helena Carvalho Francescantonio Menezes UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
  • Andréa Sugai UFG
  • Lucilene Maria de Sousa UFG

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol38n002022.113096

Palavras-chave:

Ação Afirmativa. Desempenho acadêmico. Educação Superior.

Resumo

O objetivo do artigo é comparar o rendimento de alunos provenientes de ações afirmativas (AA) com os de ampla concorrência (AC) no curso de Nutrição da UFG e associá-lo a fatores estressores e à forma de ingresso. O procedimento metodológico adotado foi a construção de séries temporais e regressão múltipla. Alunos de AA apresentaram rendimento menor que o de AC. Dificuldades de aprendizagem tiveram maior associação com as médias. As médias globais das AA foram ascendentes e acima do mínimo. Palavras-chave: Ação Afirmativa. Desempenho acadêmico. Educação Superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina da Mota Toméi, Universidade Federal de Goiás

Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Ensino na Saúde, Faculdade de Medicina/UFG. Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal de Goiás (2017). Endereço eletrônico para correspondência: mariacristina@discente.ufg.br . Endereço para correspondência: Rua 227 Quadra 68 S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080, Universidade Federal de Goiás (UFG). Telefone/Whatzsapp: 62 996523341. Fax: 62 32096273. ORCID: 0000-0001-9349-3219

Débora Danielle Alves Moraes Priebe, UFG

Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Matemática pela Universidade Federal de Goiás -UFG (2016). Servidora na Universidade Federal de Goiás como Técnica em Assuntos Educacionais. Endereço eletrônico para correspondência: deboradanielle@ufg.br  .  Endereço para correspondência: Rua 227 Quadra 68 S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080, Universidade Federal de Goiás (UFG). Telefone/Whatzsapp: 62 985280316. Fax: 62 32096273.  ORCID: 0000-0002-8979-4331

Ida Helena Carvalho Francescantonio Menezes, UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) (2006) e Mestre em Educação/UFG (1998). Docente permanente do Mestrado Profissional Ensino na Saúde/Faculdade de Medicina/UFG, área de concentração Ensino na Saúde e linha de pesquisa Processo Educativo no Trabalho em Saúde. Endereço eletrônico para correspondência: fmenezes@ufg.br  . Endereço para correspondência: Rua 227 Quadra 68 S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080, Universidade Federal de Goiás (UFG). Telefone/Whatzsapp: 62 999752817. Fax: 62 32096273. ORCID: 0000-0003-4214-7206

Andréa Sugai, UFG

Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutora em Política Social pela Universidade de Brasília (UnB). Docente da Faculdade de Nutrição da UFG. Endereço eletrônico para correspondência: andreasugai@ufg.br   . Endereço para correspondência: Rua 227 Quadra 68 S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080 , Universidade Federal de Goiás (UFG). Telefone/Whatzsapp: 61 983666900. Fax: 62 32096273.  ORCID: 0000-0002-2185-9143

Lucilene Maria de Sousa, UFG

Universidade Federal de Goiás (UFG). Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília (UnB) (2010).  Pró-Reitora de Extensão e Cultura da UFG (gestão 2018-2021). Editora chefe da Revista UFG - Pró-Reitoria de Extensão e Cultura. Docente da área de Saúde Pública do curso de Nutrição da UFG (FANUT/UFG) e docente permanente do Programa de Pós Graduação em Ensino na Saúde da Faculdade de Medicina-UFG. Endereço eletrônico para correspondência: lumasa@ufg.br  . Endereço para correspondência: Rua 227 Quadra 68 S/N - Setor Leste Universitário, Goiânia - GO, 74605-080, Universidade Federal de Goias, UFG. Telefone/Whatzsapp: 62 992657899. Fax: 62 32096273.  ORCID: 0000-0003-1256-8034

Referências

BACCARO, Thais Accioly; SHINYASHIKI, Gilberto Tadeu. Relação entre Desempenho no Vestibular e Rendimento Acadêmico no Ensino Superior. Revista Brasileira de Orientação Profissional, Florianópolis, SC, v.15, n.2, p.165-176, jul./dez. 2014. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rbop/v15n2/07.pdf>. Acesso em: 16 abr.2021.

BITTAR, Mariluce; ALMEIDA, Carina E. Maciel. Mitos e controvérsias sobre a política de cotas para negros na educação superior. Educar em Revista, Curitiba, PR, n.28, p. 141-159, 2006. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/er/n28/a10n28.pdf>. Acesso em: 16 abr.2021.

BORGES, Ângela Maria Brazil; CARLOTTO, Mary Sandra. Síndrome de Burnout e fatores de estresse em estudantes de um curso técnico de enfermagem. Aletheia, Canoas, RS, n.19, p.45-56, jan./jun. 2004. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/pdf/aletheia/n19/n19a05.pdf>. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Decreto nº 7.234, de 19 de julho de 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil - PNAES. Brasília: Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos, 2010. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7234.htm>. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 30 ago. 2012a. Seção 1, p.1. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm>. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Decreto nº 7.824, de 11 de outubro de 2012. Regulamenta a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, que dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 15 out.2012b. Seção 1, p.6. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/decreto/d7824.htm>. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução n° 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, DF: Conselho Nacional de Saúde, 12 dez. 2012c. Disponível em:< https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html>. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Lei nº 13409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, para dispor sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnicos de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 29 dez. 2016. Seção 1, p.3. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13409.htm >. Acesso em 16 abr.2021.

BRASIL. Decreto nº9034, de 20 de abril de 2017. Altera o Decreto n º7.824, de 11 de outubro de 2012, que regulamenta a Lei n º12.711, de 29 de agosto de 2012, que dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio. Diário Oficial da União, Poder Legislativo, Brasília, DF, 20 abr.2017. Seção 1, p.1. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/d9034.htm.> Acesso em 25.out.2021.

CALBINO, Daniel ; XAVIER, Wesley Silva; SABINO, Geruza de Fátima Tomé. 17 anos das políticas de cotas: Um balanço dos desempenhos acadêmicos nas universidades Federais. Revista Tempos e Espaços em Educação, Aracaju, SE, v. 13, n. 32, p. 1-22, jun. 2020. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/342055602_17_anos_das_politicas_de_cotas_Um_balanco_dos_desempenhos_academicos_nas_Universidades_Federais>. Acesso em 16 out. 2021.

CATALDI, Maria José Giannella. O Stress no meio ambiente de trabalho. São Paulo: LTr, 2002.

COIMBRA, Camila Lima; SILVA, Leonardo Barbosa e;

COSTA, Natália Cristina Dreossi. A evasão na educação superior:

definições e trajetórias. Educação e Pesquisa, São Paulo, SP, v.

, p.1-19, 2021. DOI: 10.1590/s1678-4634202147228764. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022021000100713&tlng=pt.> Acesso em 15 out. 2021.

DANTAS, Otilia Maria. Monitoria: fonte de saberes à docência superior. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v.95, n.24, p.567-589, set./dez. 2014. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/rbeped/v95n241/07.pdf>.Acesso em 16.abr.2021.

FÁVERO, Luiz Paulo Lopes et al. Análise de dados: modelagem multivariada para tomadas de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FERREIRA, André et al. Ações Afirmativas: Análise comparativa de desempenho entre estudantes cotistas e não cotistas em uma universidade pública. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, RS, v. 36, n. 3, p. 1297 - 1314, set./dez. 2020. Disponível em: <https://www.seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/101627>. Acesso em: 16.out.2021.

FOLHA DE SÃO PAULO. São Paulo, 22 de fevereiro de 2003, C4.

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS (Brasil). Perfil socioeconômico e cultural dos estudantes de graduação das universidades federais brasileiras. Brasília, DF: FONAPRACE. Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, ANDIFES, 2011. Disponível em:< https://www.andifes.org.br/wp-content/files_flutter/Valberes_Nascimento_(Fonaprace)_-_Pesquisa_do_perfil_socioeconomico_do_estudante_de_graduacao.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS (Brasil). V Pesquisa do perfil socioeconômico e cultural dos estudantes de graduação. Brasília, DF: FONAPRACE. Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, ANDIFES, 2019. Disponível em:< https://www.andifes.org.br/wp-content/uploads/2019/05/V-Pesquisa-do-Perfil-Socioecon%C3%B4mico-dos-Estudantes-de-Gradua%C3%A7%C3%A3o-das-Universidades-Federais-1.pdf>. Acesso em 16.abr.2021

HAIR, Joseph et al. Análise Multivariada de dados.6 ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

JESUS, Rodrigo Ednilson de; (Org.) et al.

Reafirmando Direitos: trajetórias de estudantes cotistas negros(as) no

ensino superior brasileiro. 01. ed. Belo Horizonte: Ações Afirmativas na UFMG, 2019. v. 1. 380p.

MENDES JÚNIOR, Álvaro Alberto Ferreira. Uma análise da progressão dos alunos cotistas sob a primeira ação afirmativa brasileira no ensino superior: o caso da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação,Rio de Janeiro RJ,v.22, n. 82, p.31-56, jan./mar. 2014. Disponível em:< https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-40362014000100003&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em 16.abr.2021.

MENEZES, Ida Helena Carvalho Francescantôneo et al. Estudantes de Nutrição no programa de ações afirmativas da UFG: caracterização, intervenção e monitoramento. 2014. 33 f. Projeto para avaliação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Goiás – Faculdade de Nutrição, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2014.

MIRANDA, Gilberto José; LEMOS, Karine Custódio da Silva; OLIVEIRA, Allana Santos de; FERREIRA, Mônica Aparecida. Determinantes do Desempenho Acadêmico na Área de Negócios. Meta: Avaliação, Rio de Janeiro, RJ, v.7, n. 20, p. 175-209,maio./ago. 2015. Disponível em: < https://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/view/264>. Acesso em 16.abr.2021.

MOCELIN, Cássia Engres; MARTINAZZO, Celso José; GUIMARÃES, Gleny Terezinha Duro. A trajetória histórica da constituição do marco legal das ações afirmativas. Argumentum, Vitória, ES, v.10, n.1, p.293-308, jan./abr. 2018. Disponível em: < https://periodicos.ufes.br/argumentum/article/view/16897 > Acesso em 25.out.2021.

MONTEIRO, Claudete Ferreira de Souza; FREITAS, Jairo Francisco de Medeiros; RIBEIRO, Artur Assunção Pereira. Estresse no cotidiano acadêmico: o olhar dos alunos de enfermagem da Universidade do Piauí. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, RJ, v.11, n.1, p.66-72, mar. 2007. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/ean/v11n1/v11n1a09.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

MORETTI, Felipe Azevedo; HUBNER, Maria Martha Costa. O estresse e a máquina de moer alunos do ensino superior: vamos repensar nossa política educacional? Revista Psicopedagogia, São Paulo, SP, v. 34, n.105, p.258-267, ago./set. 2017. Disponível em: < http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84862017000300003> Acesso em 16.abr.2021.

MUNHOZ, Alícia Maria Hernández. Uma análise multidimensional da relação entre inteligência e desempenho acadêmico em universitários ingressantes. 2004. 171 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004. Disponível em: <https://www.psiem.fe.unicamp.br/pf-psiem/hernandezmunhoz_aliciamaria_d.pdf> . Acesso em 16.abr.2021.

NAGIB, Leonardo de Rezende Costa; SILVA, Denise Mendes da. Adoção de metodologias ativas e sua relação com o ciclo de vida e a qualificação docente no ensino de graduação em ciências contábeis. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, SP, v.31, n.82, p.145-164, jan. 2019. Disponível em: < https://www.revistas.usp.br/rcf/article/view/165971> . Acesso em 16.abr.2021.

OLIVEIRA, Clarissa Tochetto; DIAS, Ana Cristina Garcia. Dificuldades na Trajetória Universitária e Rede de Apoio de Calouros e Formandos. Psico, Porto Alegre, RS, v.45, n.2, p.187-197, abr./jun. 2014. Disponível em: < https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/13347/11708>. Acesso em 16.abr.2021.

PEIXOTO, Adriano de Lemos Alves et al. Cotas e desempenho acadêmico na UFBA: um estudo a partir dos coeficientes de rendimento. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), Sorocaba, SP, v. 21, n. 2, p. 569-591, jul. 2016. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/aval/v21n2/1982-5765-aval-21-02-00569.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

PINHEIRO, Juliene Saraiva Sena Peres. Desempenho acadêmico e sistema de cotas: um estudo sobre o rendimento dos alunos cotistas e não cotistas da Universidade Federal do Espirito Santo. 2014. 101 f. Tese (Mestrado em Gestão Pública) - Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2014. Disponível em: < https://repositorio.ufes.br/handle/10/2499 >. Acesso em 25.out.2021.

QUEIROZ, Delcele Mascarenhas. Desigualdade no ensino superior: cor, status e desempenho. In: REUNIÃO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA.Novo Governo. Novas políticas?, 26., 2003, Poços de Caldas. Anais [...].Poços de Caldas: ANPED, 2003.p.1-21. Disponível em: < http://26reuniao.anped.org.br/trabalhos/delcelemascarenhasqueiroz.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

ROCHA, Aline Lemes da Paixão; LELES, Cláudio Rodrigues; QUEIROZ, Maria Goretti. Fatores associados ao desempenho acadêmico de estudantes de Nutrição no Enade. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, DF, v.99, n.251, p.74-94, jan./apr. 2018. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/rbeped/v99n251/2176-6681-rbeped-99-251-74.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

SANTOS, Adilson Pereira dos. Itinerário das ações afirmativas no ensino superior público brasileiro: dos ecos de Durban à Lei das Cotas. Revista de Ciências Humanas, v.12, n. 2, p. 289-317, jul/dez. 2012. Disponível em: <https://periodicos.ufv.br/RCH/article/view/3445> . Acesso em 16.out.2021.

SILVA, Vânea Lúcia dos Santos et al. Fatores de estresse no último ano do curso de graduação em enfermagem: percepção dos estudantes. Revista Enfermagem, Rio de Janeiro, RJ, v.19, n.1, p.121-126, jan./mar. 2011. Disponível em: < https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-591026>. Acesso em 16.abr.2021.

SILVA, Gregório Unbehaum Leal da. O desempenho e as cotas: o caso da UFSC. 2015. 273f. Dissertação (Mestrado)- Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2015.

Disponível em: < http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFSC_0b7da42cc4ef576c253269a1c0aa7cc9>. Acesso em 16.out.2021.

SPIGER, Vinícius. Fatores estressores entre estudantes do Curso de Graduação em Odontologia da UFSC. 2015.82 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Odontologia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015. Disponível em: < https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/133525 >. Acesso em 25.out.2021.

TEIXEIRA, Marco Antônio Pereira; DIAS, Ana Cristina Garcia; WOTTRICH, Shana Hastenpflug; OLIVEIRA, Adriano Machado. Adaptação à universidade em jovens calouros. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, SP, v. 12, n.1, p.185-202, jan./jun. 2008. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/pee/v12n1/v12n1a13.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Conselho Universitário. Resolução Consuni n° 29/2008, de 01 de agosto de 2008. Dispõe sobre a criação do Programa “UFGInclui” na Universidade Federal de Goiás. Goiânia: Conselho Universitário, 2008. Disponível em:< https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/90/o/Resolucao_CONSUNI_2008_0029.pdf>.

Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Histórico. Goiânia, GO: UFG, 2015. Disponível em:< https://fanut.ufg.br/p/4992-historico>. Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Saudavelmente. Goiânia, GO: UFG, 2016. Disponível em:< https://prae.ufg.br/p/15021-saudavelmente>. Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Resolução Cepec n°1557, de 1 de dezembro de 2017. Aprova o Regulamento Geral dos Cursos de Graduação (RGCG) da Universidade Federal de Goiás e revoga as disposições em contrário. Goiânia: Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da Universidade Federal de Goiás, Serviço Público Federal, 2017a. Disponível em:< https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/388/o/rgcg_2017.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Serviços. Goiânia, GO: UFG, 2017b. Disponível em:< https://prae.ufg.br/p/1053-servicos>. Acesso em 16.abr.2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS. Assistência Estudantil. Goiânia, GO:UFG, 2019. Disponível em:< https://www.ufg.br/p/27504-assistencia-estudantil>. Acesso em 16.abr.2021.

VARGAS, Guiselle María Garbanzo Vargas. Factores asociados al rendimiento académico tomando em cuenta el nível socioeconómico: estudio de regresion múltiple em estudiantes universitários. Revista Electrónica Educare, Heredia, v. 18, n. 1, p. 119-154, jan./apr. 2014. Disponível em: < file:///C:/Users/User/Downloads/Factores_asociados_al_rendimiento_academico_tomand.pdf>. Acesso em 16.abr.2021.

VASCONSELLOS, Celso dos santos. Coordenação do trabalho pedagógico: do projeto político-pedagógico ao cotidiano da sala de aula. São Paulo: Libertad, 2004.

Downloads

Publicado

2022-08-10

Como Citar

Toméi, M. C. da M., Priebe, D. D. A. M., Carvalho Francescantonio Menezes, I. H., Sugai, A., & Sousa, L. M. de. (2022). Rendimento Acadêmico e Formas de Acesso a Uma Universidade Pública Federal: Fatores Associados. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 38(00). https://doi.org/10.21573/vol38n002022.113096