INFLUÊNCIA DE FATORES INTRÍNSECOS E EXTRÍNSECOS NA SATISFAÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR FEDERAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol38n12022.110703

Palavras-chave:

Satisfação no serviço público, Teoria dos dois fatores, Universidades Federais

Resumo

Os servidores públicos que atuam nas Instituições de Ensino Superior de âmbito federal têm percebido impactos de medidas restritivas impostas pelo governo brasileiro, o que tem refletido nas condições do ambiente de trabalho, bem como na estrutura da carreira desses profissionais. Nesse sentido, gestores de instituições públicas acabam por assumir desafios que ensejam a busca de alternativas capazes de mitigar resultados provocados pelo desestímulo e desmotivação de servidores. Diante deste contexto, o presente estudo teve por objetivo investigar fatores intrínsecos e extrínsecos que, na percepção dos servidores, exercem maior influência na satisfação para o trabalho. O aporte teórico, fundamentado na Teoria dos dois fatores de Herzberg, associado a um levantamento tipo survey possibilitou a obtenção de resultados capazes de oferecer aos gestores dessas instituições subsídios para a formulação de ações voltadas ao estímulo da força de trabalho. A unidade de pesquisa compreendeu o campus avançado de uma Universidade Federal localizada em Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandro Roberto Rocha, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Alessandro Roberto Rocha

Mestre em Gestão Pública pela Universidade Federal do Espírito Santo; Especialista em Finanças pela Universidade Federal de Juiz de Fora; Servidor público, ocupante do cargo de Administrador na Universidade Federal de Juiz de Fora, campus Governador valadares, MG.

Universidade Federal de Juiz de Fora, Instituto de Ciência da Vida, Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil.

E-mail: alessandro.rocha@ufjf.edu.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/1995321134984476

Wellington Gonçalves, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Wellington Gonçalves

Doutor em Engenharia (Engenharia de Produção) pela Universidade Metodista de Piracicaba (2016). Mestre em Engenharia (Engenharia de Transportes) pelo Instituto Militar de Engenharia (2001). Graduado em Engenharia Civil pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/RJ) e Administração pela Faculdade de Nova Venécia. Atua, desde 2011, como professor na Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), orientando e realizando trabalhos e pesquisas dentro dos temas: ciências da decisão, gestão de serviços, gestão estratégica de operações, logística internacional, gestão estratégica, gestão da inovação, logística e gestão da cadeia de suprimentos, engenharia de processo, planejamento e gestão de transportes. Linhas de Pesquisa: Gestão Estratégica de Operações; Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos. Professor do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Gestão Pública da UFES. Também é avaliador de cursos e institucional do INEP / MEC.

Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Departamento de Engenharia e Tecnologia, São Mateus, Espírito Santo, Brasil.

E-mail: wellington.gonçalves@ufes.br, 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3844454977315778

Referências

ALVES, E.; FREIRE, G.; QUEVEDO, A. Motivação no Serviço Público Resulta em Eficiência. Revista de Psicologia, v. 10, n. 30, p. 302-319, 2016.

ALVIM, E. S. G.; SANTOS, I. E.; SENA, L. G.; FREITAS, R. R.; GONÇALVES, W. Modelo de apoio à tomada de decisão para seleção de fornecedores por meio do Analytic Hierarchy Process (AHP). In: V CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (CONBREPRO), 2015, Ponta Grossa. Anais [...]. Ponta Grossa: APREPRO, 2015, p. 1-11.

ANDERSEN, L. B.; BJØRNHOLT, B.; BRO, L. L.; HOLMPETERSEN, C. Leadership and motivation: a qualitative study of transformational leadership and public service motivation. International Review of Adm. Science, v. 84, p. 675-691, 2018.

BAKKER, A. B.; ALBRECHT, S. Work engagement: current trends. Career Development International, v. 23, n. 1, p. 4-11, 2018.

BARBOSA, M. P., PETTERINI, F. C., FERREIRA, R. T. Política de Expansão das Universidades Federais: É Possível Potencializar os Impactos Econômicos. Revista de Administração Contemporânea, v. 24, n. 1, p. 3-24, 2020.

BARLACH, L. Liderança e inovação na administração pública. Revista Gestão & Políticas Públicas, v. 2, n. 1, p. 184-196, 2012.

BRASIL. Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Relatório de avaliação do macroprocesso de planejamento e orçamento. Brasília: Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União – CGU, Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos – SEPLAN e Secretaria de Orçamento Federal – SOF, 2018.

______. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Decreto nº. 5.707, de 23 de fevereiro de 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Decreto/D5707.htm. Acesso em: 12 abr. 2020.

______. Presidência da República. Decreto nº. 8.389, de 7 de janeiro de 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Decreto/D8389.htm. Acesso em: 10 mar. 2020.

______. Presidência da República. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc95.htm. Acesso em: 22 fev. 2020.

______. Presidência da República. Emenda Constitucional nº 103, de 12 de novembro de 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc103.htm. Acesso em: 22 fev. 2020.

______. Presidência da República. Decreto nº 9.991 de 28 de agosto de 2019. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2019/decreto/D9991.htm. Acesso em: 16 abr. 2021.

CARVALHO, F. S. A utilização do princípio da eficiência como ferramenta de controle do processo de concessão de serviços públicos. 2019. Dissertação (Mestrado em Direito), Universidade Portucalense, Portugal, 2019.

CAVALCANTE, P. L. Trends in Public Administration after Hegemony of the New Public Management: a literature review. Revista do Serviço Público, v. 70, n. 2, p. 195-218, 2019.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S.; SUN, J. Business research methods. New York: McGraw-Hill Irwin, 2006.

CORREIA, E. T. F.; CHRISTENSEN, M.; VASCONCELOS, P. H.; AHRENS, R. B. Motivação para o trabalho: as percepções dos trabalhadores de uma instituição bancária à luz da teoria dos dois fatores de Herzberg. Brazilian Journal of Development. v. 4, n. 3, p. 733-749, 2018.

CRONBACH, L. J. Coefficient alpha and the internal structure of tests. Psychometrika, v. 16, n. 3, p. 247-334, 1951.

DUARTE, R.; TEIXEIRA, A.; SOUSA, L. A relação entre a motivação e a satisfação no trabalho dos servidores públicos. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe), v. 9, n. 3, p. 393-413, 2019.

DUTRA, N. L. L.; BRISOLLA, L. S. Impactos e rupturas na educação superior brasileira após a Emenda Constitucional 95/2016: o caso dos institutos federais. Revista de Financiamento da Educação, v. 10, n. 1, p. 1-18, 2020.

DWECK, E.; OLIVEIRA, A. M.; ROSSI, P. Austeridade e Retrocesso: Impactos Sociais Da Política Fiscal No Brasil. São Paulo: Brasil Debate e Fundação Friedrich Ebert; 2018. Disponível em: http://brasildebate.com.br/wp-content/uploads/DOC-AUSTERIDADE_doc3-_L9.pdf. Acesso em: 20/03/2020.

DWECK, E.; VIANNA, M. T.; BARBOSA, A. C. Discussing the role of fiscal policy in a demand-led agent-based growth model. Revista Economia, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com. Acesso em: 20/03/2020.

GONÇALVES, W. Integração de Técnicas de Análise Multivariada e Método Multicritério para Localização de Centros de Distribuição. 2016. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Faculdade de Engenharia Arquitetura e Urbanismo, Universidade Metodista de Piracicaba, Santa Bárbara d’Oeste, 2016.

HERZBERG, F. One more time: how do you motivate employees? New York: The Leader Manager, 1987.

HOMBERG, F.; MCCARTHY, D.; TABVUMA, V. A meta-analysis of the relationship between Public Service Motivation and job satisfaction. Public Administration Review, v. 75, n. 5, p. 711-722, 2015.

HORA, G. P. R.; JÚNIOR, R. R.; SOUZA, M. A. Estado da arte das medidas em satisfação no trabalho: uma revisão sistemática. Trends in Psychology, v. 26, n. 2, p. 971-986, 2018.

HULLAND, J.; BAUMGARTNER, H.; SMITH, K. M. Marketing survey research best practices: evidence and recommendations from a review of JAMS articles. Journal of the Academy of Marketing Science, v. 46, n. 1, p. 92-108, 2018.

KHOSHNEVIS, H.; TAHMASEBI, A. The motivation system in a governmental organization. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 230, p. 212-218, 2016.

KLEIN, F. A.; MASCARENHAS, A. O. Motivação, satisfação profissional e evasão no serviço público: o caso da carreira de especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental. Revista Administração Pública, v. 50, n. 1, p. 17-39, 2016.

LIKERT, R. A technique for the measurement of attitudes. Archives of Psychology, v. 22, p. 5-55, 1932.

MATIAS, E. P. B.; MOURA, M. C. C. Qualidade de vida no trabalho: um estudo de caso sobre Instituições Públicas Federais de Ensino Superior. Revista Exacta, v. 17, n. 1, p.147-155, 2019.

MATTAR, F. N. Pesquisa de Marketing. 7ª ed. São Paulo; GEN Atlas, 2014.

MATTOS, C.; COSTA, N.; LAURINHO, Í.; DIAS, L. Os fatores que influenciam no clima organizacional em instituições federais de ensino superior: uma investigação em Belém do Pará, Brasil. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, v. 12, n. 1, p. 25-48, 2019.

MONTEZANO, L.; MEDEIROS, B. N.; PINHEIRO, A. O.; OLIVEIRA, C. A. A. M. Percepção de servidores de uma organização pública federal quanto à implantação da gestão por competências. Revista Gestão e Sociedade, v. 13, n. 34, p. 2766-2792, 2018.

MURATA, A.; OHTAKE, H.; OOZEKI, T. Modeling of uncertainty of solar irradiance forecasts on numerical weather predictions with the estimation of multiple confidence intervals. Renewable energy, v. 117, p. 193-201, 2018.

NETO, M.; MARQUES, E.; PAIVA, R. Integração entre valores, motivação, comprometimento, recompensas e desempenho no serviço público. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 10, n. 1, p. 3-39, 2017.

NOGUEIRA, D.; MOREIRA, A.; SANTOS, C.; LOZZI, S. As políticas de austeridade e a educação superior: a presença de estudantes de escolas públicas e o futuro das universidades sob risco. Jornal de Políticas Educacionais, v. 14, n. 11, p. 1-24, 2020.

NUNES, T. S.; TOLFO, S. R.; ESPINOSA, L. M. C. A percepção de servidores universitários sobre as políticas, ações e discursos institucionais sobre o assédio moral no trabalho. Revista Organizações em Contexto, v. 15, n. 29, p. 191-222, 2019.

PAULA, C. H. A Influência do Reuni sobre o Desempenho das Instituições Federais de Ensino Superior. 2018. (Mestrado em Administração) – Departamento de Administração e Contabilidade, Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, 2018.

REPINALDO, A. A relação entre a motivação e o sistema de recompensas no mercado de trabalho: Um estudo comparativo entre o setor público e privado em Portugal. 2015. Dissertação (Mestrado em Gestão) – Faculdade de Ciências Económicas, Sociais e da Empresa, Universidade Lusófona do Porto, Porto, 2015.

RIBEIRO, E. A. Motivação na UFRPE: um estudo sobre a percepção dos técnicos administrativos à luz das teorias motivacionais. 2019. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2019.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

ROBBINS, S. P.; JUDGE, T. A.; SOBRAL, F. Comportamento Organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro. 14ª ed. São Paulo: Pearson, 2014.

ROCHA, A. R.; FREITAS, R. R.; CHIQUIÉRI, J.; GONÇALVES, W. Liderança na gestão pública: método multicritério aplicado à Teoria Situacional. Revista Gestão Universitária na América Latina, v. 13, n. 2, p. 206-227, 2020.

RODRIGUES, W. A.; REIS NETO, M. T.; GONÇALVES FILHO, C. As influências na motivação para o trabalho em ambientes com metas e recompensas: um estudo no setor público. Revista de Administração Pública, v. 48, n. 1, p. 253-273, 2014.

SANTOS, G. E. O. Cálculo Amostral: calculadora on-line. 2013. Disponível em: https://praticaclinica.com.br/anexos/ccolaborativa-calculo-amostral/ccolaborativa-calculo-amostral.php. Acesso em: 31 out. 2019.

SERRANO, A. L. M.; FRANCO, V. R.; CUNHA, R. D.; IWAMA, G. Y.; GUARNIERI, P. Dimensionamento na administração pública federal: uma ferramenta do planejamento da força de trabalho. Brasília: Enap, 2018.

SILVA; A. C.; SILVA, B. C.; SILVA, M. G. J. Percepção Motivacional dos Servidores de uma Instituição Pública Federal. Revista ID on-line, v. 12, n. 41, p. 206-218, 2018.

SILVA, T.; LIMA, A.; CARVALHO, O.; CARVALHO, E. Práticas de Gestão Pública em cenário de contingenciamento orçamentário: um estudo exploratório em uma instituição de ensino superior da região norte. Revista de Administração de Roraima - RARR, v. 8, n. 1, p. 28-48, 2018.

TOSTA, H. T.; DALMAU, M. B. L.; TOSTA, K. C. B. T.; TECCHIO, E. L. Gestores universitários: papel e competências necessárias para o desempenho de suas atividades nas universidades federais. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, v. 5, n. 2, p. 01-15, 2012.

VERMEEREN, B. Influencing public sector performance: Studying the impact of ability, motivation and opportunity enhancing human resources practices on various performance outcomes in the public sector. International Review of Administrative Sciences, v. 83, n. 4, p. 717-737, 2017.

VIEIRA, C. B.; VILAS BOAS, A. A.; ANDRADE, R. O. B.; OLIVEIRA, E. R. Motivação na administração pública: considerações teóricas sobre a aplicabilidade dos pressupostos das teorias motivacionais na esfera pública. Revista ADMpg Gestão Estratégica, v. 4, n. 1, p. 1-18, 2011.

WEIJTERS, B.; MILLET, K.; CABOOTER, E. Extremity in horizontal and vertical Likert scale format responses. Some evidence on how visual distance between response categories influences extreme responding. International journal of research in marketing, v. 38, n. 1, p. 85-103, 2021.

WEST, P. W. Simple random sampling of individual items in the absence of a sampling frame that lists the individuals. New Zealand Journal of Forestry Science, v. 46, n. 15, p. 1-7, 2016.

Downloads

Publicado

2022-04-01

Como Citar

Rocha, A. R., & Gonçalves, W. (2022). INFLUÊNCIA DE FATORES INTRÍNSECOS E EXTRÍNSECOS NA SATISFAÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS EM UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR FEDERAL. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 38(00). https://doi.org/10.21573/vol38n12022.110703