Interfaces entre Estado e economia solidária em um bairro de periferia urbana

Autores

  • Diogo Marques Tafuri

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.52642

Resumo

Este artigo pretende contribuir com a compreensão do fenômeno contemporâneo das periferias urbanas brasileiras, problematizando as dinâmicas sociais que integram a produção cotidiana da vida nestas localidades. Para tanto, a partir de uma perspectiva etnográfica, desenvolvida metodologicamente por meio de uma pesquisa participante, investigamos a interface entre a ação estatal e as práticas de Economia Solidária existentes no bairro do Gonzaga, situado na periferia do município de São Carlos/SP. As ambiguidades e contradições inerentes às ações estatais ali efetuadas e negligenciadas no período permitiram identificar o imbricamento existente entre as esferas pública e privada, revelando que o bairro do Gonzaga, assim como diversos territórios periféricos dos municípios brasileiros, não se encontram dicotomicamente apartados dos espaços socialmente mais valorizados de produção de bens materiais e simbólicos, mas se relaciona continuamente com o “centro” da vida social urbana a partir de mediações específicas, condicionadas pela existência de mecanismos sociais transversais que atuam de modo a reproduzir desigualdades e hierarquias sociais.

Palavras-Chave: Periferia urbana. Estado. Economia solidária.

Interface between state and solidarity economy in a neighborhood of urban periphery

Abstract

This paper aims to contribute to the understanding of the contemporary phenomenon of Brazilian urban periphery, questioning the social dynamics which are part of everyday life production in these locations. To do so, from an ethnographic perspective, methodologically developed through a participatory research, we investigated the interface between State action and solidarity economy practices existing in the Gonzaga neighborhood, located on the outskirts of São Carlos/SP. The ambiguities and contradictions related to the State actions performed and overlooked during this period allowed to identify the relation between the public and private spheres, revealing that the neighborhood of Gonzaga, as well as various peripheral territories of municipalities, were not dichotomously separated form the socially most valued locations in terms of production of material and symbolic goods, but they have a continuous relation to the "center" of urban social life from specific mediations, conditioned by the existence of cross-cutting social mechanisms, which act to reproduce social inequalities and hierarchies.

Keywords: Urban periphery. State. Solidarity economy.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

MARQUES TAFURI, D. Interfaces entre Estado e economia solidária em um bairro de periferia urbana. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 15, n. 36, 2014. DOI: 10.22456/1984-1191.52642. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/52642. Acesso em: 27 set. 2022.