Das mãos, o sapato. Das Palavras, o tempo: uma etnografia nas ruas e bairros de Belém-PA

Autores

  • Manoel Cláudio Mendes Gonçalves da Rocha UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.52620

Resumo

 

O artigo visa refletir acerca do ofício de sapateiro em Belém, Pará, partindo das narrativas de trabalhadores que exercem a atividade na porção central da capital paraense (em particular, os bairros de Batista Campos e Campina). O cotidiano das oficinas de calçados revela não apenas um ambiente de labuta: por meio da simbólica do gesto técnico e da dimensão sensível das sociabilidades ali engendradas, os sapateiros preenchem o lugar com o lúdico, o afetivo e um saber-fazer que reinventa a cidade e seus espaços. Por meio das narrativas relacionadas às suas trajetórias de vida, estes trabalhadores evocam memórias de Belém(s) de outrora, reminiscências que fazem vibrar as imagens do presente vivido, redimensionando as experiências espaço-temporais da urbe moderno-contemporânea. O ofício de sapateiro configura, assim, uma das práticas sociais através das quais os citadinos reelaboram os arranjos sociais e suas rítmicas temporais, compondo na poética das ações cotidianas formas outras de viver a cidade.

Palavras-chave: Ofício de Sapateiro. Cidade. Memória. 

From hands, shoes. Through words, time: an ethnography on the streets and neighborhoods in Belém-PA

Abstract

This article aims to reflect on shoemaker craft in Belém, Pará, starting from narratives of workers located in capital’s central portion (particularly in Batista Campos and Campina neighborhood). Everyday routine of workshops reveals not only a labor ambience: through symbolical aspect of technical gesture and sensitive dimension of sociability, shoemakers fills the place with the playful, the affective and a know-how that reinvents the city and its spaces. By the narratives related to their life trajectories, these workers evoke memories about Belém from other times, reminiscences that thrill images of present time, resizing spatiotemporal experiences of modern-contemporary metropolis. Shoemaker craft configures a social practice whereby townspeople reelaborate the social arrangements and temporal rhythmics, composing through everyday action’s poetics another ways of experience the city. 

Key-words: Shoemaker Craft. City. Memory.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-29

Como Citar

MENDES GONÇALVES DA ROCHA, M. C. Das mãos, o sapato. Das Palavras, o tempo: uma etnografia nas ruas e bairros de Belém-PA. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 15, n. 36, 2014. DOI: 10.22456/1984-1191.52620. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/52620. Acesso em: 3 out. 2022.