Cinema documental e realidade social

Autores

  • Luiz Eduardo Jorge Professor titular do Programa de Pós-Graduação em História e pesquisador do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia da Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC Goiás.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.18328

Palavras-chave:

cinema documental, pesquisa social, representação

Resumo

Este texto aborda o lugar do cinema  na pesquisa social, tendo como referência as primeiras matrizes da história do cinema documental  que consideraram e defenderam a especificidade desse gênero cinematográfico. A partir dessas matrizes e do conceito de representação nelas contido, o texto apresenta o argumento que deu origem ao curta metragem “Césio 137 – O Brilho da Morte”. Como pressuposto teórico foi considerado a relação dialética entre sujeito e objeto, sendo esta entendida como critério necessário para a  interpretação da realidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-25

Como Citar

JORGE, L. E. Cinema documental e realidade social. ILUMINURAS, Porto Alegre, v. 11, n. 26, 2010. DOI: 10.22456/1984-1191.18328. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/iluminuras/article/view/18328. Acesso em: 29 jan. 2023.