"Quero marcar meu corpo com algo bom": a tatuagem na construção da subjetividade de mulheres feministas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1984-1191.102522

Palavras-chave:

Tatuagem, Subjetividade, Feminismo

Resumo

Resumo: Esta série de ilustrações se apoia no diálogo entre desenho e antropologia para explorar uma experiência de pesquisa que envolveu a tatuagem e a etnografia. A experiência, fruto de minha particular inserção no campo enquanto pesquisadora, tatuadora e militante, refere-se a um conjunto de tatuagens que realizei em minhas interlocutoras. Nesse trabalho, busco demonstrar como a tatuagem está implicada na produção da subjetividade de jovens universitárias identificadas com o feminismo.

Palavras-chave: Tatuagem. Subjetividade. Feminismo

 

 “I WANT TO MARK MY BODY WITH SOMETHING GOOD”: THE TATTOO IN THE CONSTRUCTION OF SUBJECTIVITY WITHIN FEMINIST WOMEN

 

Abstract: The object of this series of illustrations, based upon the dialogue between drawing and anthropology, is to explore a research experience that involved tattooing and ethnography. The experience was a result of my particular insertion in the field as a researcher, tattooist and activist, and refers to a set of tattoos that i did on my interlocutors. In this work i seek to demonstrate how tattooing is involved in the production of subjectivity of young university students identified with feminism.

Keywords: Tattoo. Subjectivity. Feminism

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hyldalice de Andrade, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

FERREIRA, Vitor Sérgio. Tatuar o corpo jovem hoje: rito de passagem ou ritual de impasse? Vivência: Revista de Antropologia, Natal, n. 36, p. 137-156, 2011.

KUSCHNIR, Karina. A antropologia pelo desenho: experiências visuais e etnográficas. Cadernos de Arte e Antropologia, Salvador, v. 5, n. 2, p. 5-13, 2016.

PÉREZ, Andrea L. A identidade à flor da pele: etnografia da prática da tatuagem na contemporaneidade. Mana, Rio de Janeiro, v.12, n. 1, p. 179-206, 2006.

Downloads

Publicado

2020-12-21