Concordância dos resultados do sistema BD Phoenix com provas bioquímicas manuais na identificação de Enterobactérias em amostras clínicas

Autores

  • Natacha Allgayer
  • Helena Schirmer
  • Jussara Amaro Castelan

Resumo

Enterobactérias pertencem a um grupo grande e heterogêneo de bacilos Gram-negativos cujo habitat natural é o cólon de humanos e animais, sendo microrganismos amplamente distribuídos na natureza. Devido a essas características são frequentemente responsáveis por infecções hospitalares. O principal objetivo desse estudo foi estabelecer uma concordância entre as provas bioquímicas manuais e a automação BD Phoenix 100 na identificação de enterobactérias, a partir de uma análise de registros de pacientes hospitalizados. No período de Agosto de 2011 a Abril de 2012, foram realizados 303 exames no Laboratório Exame de Análises Clinicas pelo método manual e pela automação. Do total, 27,7% foram positivos para enterobactérias. Os microrganismos mais frequentes isolados, foram a Klebsiella pneumoniae 36,9%, seguido pela Escherichia coli 29,8%. O estudo apresentou uma alta concordância entre os métodos, principalmente na identificação dos gêneros. Na identificação das espécies, as bactérias dos gêneros Klebsiella spp. e Serratia spp. não tiveram suas espécies identificadas pelo método manual em sete dos registros observados, sendo identificadas somente pela automação. Assim como a Escherichia coli que não foi identificada pelo método manual, vista como indeterminada em quatro dos registros analisados. Portanto, verificou-se uma boa concordância entre os métodos na identificação das principais enterobactérias isoladas de amostras clínicas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-02-25

Como Citar

1.
Allgayer N, Schirmer H, Amaro Castelan J. Concordância dos resultados do sistema BD Phoenix com provas bioquímicas manuais na identificação de Enterobactérias em amostras clínicas. Clin Biomed Res [Internet]. 25º de fevereiro de 2015 [citado 27º de junho de 2022];35(1). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/52167

Edição

Seção

Artigos Originais