Reflexo dos barorreceptores e homeostase da pressão arterial

Anderson Martelli

Abstract


A hipertensão arterial é considerada um dos principais fatores de risco para a morbidade e mortalidade cardiovascular. Os reflexos originados nos barorreceptores arteriais e nos receptores de estiramento da região cardiopulmonar são os principais mecanismos de controle efetivo da pressão arterial a curto prazo. O reflexo dos barorreceptores é considerado um sistema de controle de alto ganho, que mantém a pressão arterial dentro de limites normais em períodos de segundos a minutos. Dessa forma, esta revisão busca abordar os mecanismos desenvolvidos pelos barorreceptores na homeostase da pressão arterial. No presente artigo foram relatadas as alterações dos reflexos cardiovasculares na hipertensão arterial, focando a distribuição dos barorreceptores e seu funcionamento no restabelecimento da pressão arterial. Para realização desta pesquisa foi realizada uma revisão de artigos científicos utilizando as bases de dados Medline, Scielo e Lilacs. Adicionalmente foram consultados livros de fisiologia humana para complementação das informações sobre a fisiologia do barorreflexo na homeostase da pressão arterial. Estudos clínicos têm mostrado que uma reduzida sensibilidade do barorreflexo está associada com a morte súbita que se segue ao infarto agudo do miocárdio. O entendimento dos reflexos dos barorreceptores e a manutenção da hipertensão arterial em curto prazo são de grande importância para o entendimento da fisiopatogenia envolvidas no desenvolvimento e/ou evolução de determinadas alterações patológicas.


Keywords


Barorreceptores; hipertensão arterial; sistema autônomo



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:


 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.