Uso do mnemônico FASTHUG-MAIDENS por farmacêuticos clínicos: uma revisão da literatura

Uso do FASTHUG-MAIDENS por farmacêuticos

Autores

  • Tácio de Mendonça Lima
  • Ronaldo Morales Junior
  • Marília Visacri Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP

Resumo

Este trabalho teve como objetivo identificar estudos que utilizaram o mnemônico FASTHUG-MAIDENS e suas adaptações na prática clínica. Foi conduzida uma pesquisa em bases de dados, além de busca manual por outras fontes, utilizando os termos “fasthug-maidens”, “farmacêutico” e “farmácia”, no período compreendido entre 01/01/2011 a 09/10/2022. Estudos completos que descreveram a utilização do FASTHUG-MAIDENS e suas adaptações pelo farmacêutico clínico em qualquer unidade hospitalar foram incluídos. Foram identificados 112 registros nas bases pesquisadas, dos quais oito foram incluídos. A maioria dos estudos foram conduzidos no Brasil, publicados entre os anos de 2021 e 2022 e destinados exclusivamente a pacientes críticos. Quatro estudos usaram o FASTHUG-MAIDENS como ferramenta para identificação de oportunidades de otimização da farmacoterapia. No geral, eles mostraram que o mnemônico ajudou o farmacêutico a identificar mais problemas relacionados aos medicamentos e realizar mais intervenções farmacêuticas junto à equipe interdisciplinar. Os outros quatro estudos utilizaram o FASTHUG-MAIDENS como base para a construção de uma nova ferramenta adaptada ao perfil dos pacientes e/ou realidade do serviço, para garantir maior direcionamento e eficiência das ações do farmacêutico. Pesquisadores e farmacêuticos devem ser encorajados a publicar os achados do uso desta ferramenta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-11-29

Como Citar

1.
de Mendonça Lima T, Morales Junior R, Visacri M. Uso do mnemônico FASTHUG-MAIDENS por farmacêuticos clínicos: uma revisão da literatura: Uso do FASTHUG-MAIDENS por farmacêuticos. Clin Biomed Res [Internet]. 29º de novembro de 2023 [citado 23º de fevereiro de 2024];43(3). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/128759

Edição

Seção

Artigos de Revisão