PROCESSO COMPOSITIVO DA VOCALIDADE POÉTICA NA DANÇA-TEATRO FLOR DAS ÁGUAS

Autores

  • Janaina Trasel Martins Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.22456/2236-3254.52171

Palavras-chave:

Dança-teatro. Ação físico-vocal. Palavra falada. Vocalidade feminina.

Resumo

Neste artigo serão compartilhados os procedimentos criativos e compositivos para o desenvolvimento da vocalidade poética na dança-teatro Flor das Águas. O eixo temático este espetáculo foi o elemento água e suas relações com a natureza feminina, em seus aspectos culturais. A dramaturgia da obra cênica foi constituída através de práticas de improvisação, nas quais foram tecidas relações entre corpo, voz e palavra, entre dança e teatro. Serão compartilhados alguns dos procedimentos realizados na direção das atrizes e na direção da encenação, com vistas às composições da vocalidade poética, da palavra falada, da palavra cantada e das sonoridades das cenas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaina Trasel Martins, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Curso de Artes Cênicas da UFSC

Área de Voz e Corpo

Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia

Mestre em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina

Fonoaudiologa, Especialista em Voz

 

Downloads

Publicado

2015-02-23

Como Citar

Martins, J. T. (2015). PROCESSO COMPOSITIVO DA VOCALIDADE POÉTICA NA DANÇA-TEATRO FLOR DAS ÁGUAS. Cena, (16). https://doi.org/10.22456/2236-3254.52171

Edição

Seção

Artigos